Home » Futebol » Clubes » São Paulo » Sem ousadia e alegria

Sem ousadia e alegria

O São Paulo do Muricy nunca teve nenhum compromisso com o futebol, não será desta vez.  De novo salvo pelo gongo, de novo pelo acaso, de novo jogando o mínimo necessário e de novo saindo com o resultado.

É incrível.

Ele queriam 16 pontos nos 9 jogos antes da Copa. E lá estão os 16.

Se por competência apenas não posso afirmar. Sei da sorte que acompanha invariavelmente o trabalho.  Mesmo que eu discorde do trabalho, a sorte não tem esse bom senso.

O prometido quando chamaram Muricy foi resultado. Nunca futebol.

Lá está ele. 16 pontos, time no G4, férias, depois quase 1 mes para preparar a equipe para, quem sabe, além de competitiva, se tornar também uma praticante do futebol.

É sofrível, mas é o prometido. E isso Muricy entrega.

Pontos. Conquistados no acaso, na raça, na técnica, no detalhe ou no apito. Mas os pontos aparecem.

Ontem “pelas mãos” de Luis Fabiano. Hoje, pelas penas do goleiro do Atlético.

abs,
RicaPerrone

Comentários