Home » Futebol » Atlético MG » Ronaldinho tem valor

Ronaldinho tem valor

Mesmo sendo um ponto de interrogação Ronaldinho ainda tem seu valor. O Flamengo o superestimou, ofereceu mais de 1 milhão e não teve de volta. O Galo, oportunista, pegou a vontade do craque em “calar a boca” dos outros e por 300 levou uma estrela.

Valeu a pena, ótimo negócio.

Ronaldinho não pode ser taxado de bom negócio ou mau negócio simplesmente pela sua compra. Não existe isso. Um negócio envolve o produto e o valor do produto, não apenas um dos fatores.

Por 300, ótimo negócio. Por 600, arriscado, mas pode funcionar. Por 1 milhão, mau negócio.

Dizem que foi 1 milhão, outros que foi por 600. Dizem que renovou.

Se por 600, um negócio alto, arriscado mas que pode sim dar muito certo. Por 1 milhão é muito difícil, pois ao contrário do Ronaldo fenômeno, Ronaldinho se vende mal, fala mal, não é um sujeito carismatico e vende pouco perto do nome que tem.

E sim, agora estou falando de negócio, não do campo.

1 milhão por mes são 12 por ano, segundo o matemático Islav Drikov, Russo indicado ao prêmio nobel de tabuada.

Valor este que pode representar, segundo o blog Teoria dos Jogos, da Globo.com, 100% do valor de patrocinio de camisa anual do clube.

Pronto, temos um negócio ruim.

Por metade disso, tentando acreditar num resultado melhor, em títulos e mais receita justamente em virtude da sua presença, um negócio possível.

O Flamengo errou, dizem que o Galo pode estar no limite entre o acerto, o risco e o surto.

Ronaldinho é craque, genial quando quer, mas não foi por falta de salário que deixou de jogar no Milan, no Barcelona e mais não sei onde. No Flamengo, talvez. Mas fato é que desde 2006 seu primeiro surto de bom futebol, ainda irregular, foi no Galo.

O que não significa que não possa ser mantido, também que não possa desaparecer novamente.

Ótimo pro futebol brasileiro que mantém uma grande estrela. Pro Galo, só o tempo dirá.

abs,
RicaPerrone