Home » Futebol » Clubes » Palmeiras » Valdívia – Rindo a toa

Valdívia – Rindo a toa

palmeiras

Eu também daria risada a toa se pudesse ser o pior custo benefício de uma empresa e ainda pudesse colocá-la contra a parede pra renovar comigo.

Valdívia é o que há de mais perturbador à lógica.

Porque diabos um jogador que atua, em média, 45% da temporada é o maior salário do clube, idolo da torcida e ainda se coloca em condições de pressionar por uma renovação?

Que status é esse que o reserva da seleção chilena tem num clube recentemente rebaixado, cheio de problemas e que ele não conseguiu amenizar?

Em 2014, Valdívia fez 29 jogos. Apenas 4 gols.

Em 2013,  27 jogos, 4 gols.

Em 2012, 34 jogos, 3 gols.

Em 2011, 28 jogos. 4 gols.

Numa média, Valdívia joga menos da metade da temporada e faz míseros 4 gols por ano.

Que diabos de cenário tem este “craque” pra vir a público pressionar o clube e falar em “sacanagem” forçando uma renovação sabendo que seu valor para o Palmeiras é muito maior que pro mercado?

Quanto vale um Valdívia de azul? De vermelho e preto?  Sem a chantagem emocional de ser ídolo, Valdívia é um bom jogador que não tem mercado na Europa, que não merece o salário que ganha e que tem números incontestáveis de ser um péssimo custo/benefício.

Sob qual argumento o Palmeiras vai renovar com ele? O de que a torcida o adora?

Um novo Palmeiras, como se ensaia, não merece ser refém de um jogador que além de não entregar quase nada ainda joga a torcida contra o clube.

Valdívia é ruim pro Palmeiras.  Como ídolo, como meia, como investimento.

abs,
RicaPerrone

Comentários