Home » + Chamada » Que bagunça é essa?

Que bagunça é essa?

Eu gostei muito do time do Micalle que foi vice no Sub 20. Achei bem razoável e justa a sua efetivação na olímpica as vésperas dos jogos com a queda do Dunga.  E esperava dele, ao menos, o simples.

Se não dá tempo, se é tudo na última hora, quase que no susto, me facilita a vida, professor.

Começa com Neymar de centroavante pra poder jogar o Felipe Anderson na ponta.  Porra, quem é Felipe Anderson pra fazer o Neymar se adaptar a ele? Ok! Mudamos.

Entra Gabigol, o 9.  Neymar volta pro seu lado, mas… Jesus está no meio, Gabigol recebendo bola aberta na direita e cruzando pra quem?  E o Felipe Anderson, recuado, virou meia improvisado.

Para que ele atua ali, Renato Augusto voltou pra segundo volante e ficou mais pra direita.

Ou seja, tem 3 jogadores deslocados sem a menor necessidade disso mum time ja desentrosado por vocação e falta de tempo pra treinar.

Micalle, se ajuda.

Quanto mais você inventa, mais a culpa é sua. Mete os caras na posição deles e larga. A chance de dar merda existe, mas contra o Iraque por exemplo é menor do que contra uma Itália. Ganhariamos ao menos os pontos óbvios.

Quem joga no meio? O Felipe abre de um lado, o Thiago não sobe, Gabriel e Neymar bem abertos, Jesus ou no lugar do Gabigol ou aberto na direita, e existe um buraco onde Renato Augusto tenta aparecer pra preencher 3 posições sozinho atrás do ataque.

Esse time não dá um passo pro lado. Basta um meia encostar na bola e se forma uma linha de 3 jogadores encostados no beque para receber o último passe. Ninguém chega, não há tabela, é um “resolve aí” do cacete.

Simplifica! Coloca 11 em suas posições e vê o que dá.  Improvisar time pra ter o talento do fundamental Felipe Anderson em campo é brincadeira, professor!

abs,
RicaPerrone

Comentários