Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Quanto vale um “profissional”?

Quanto vale um “profissional”?

São raros, custam caro, tem sua importância contestada pelos corredores. Mas, no final das contas, quanto vale um PROFISSIONAL de futebol?

Primeiro é preciso saber o que é um “profissional” de futebol. Este cara tem como símbolo no país hoje a imagem de Rodrigo Caetano. Ele chegou ao Flamengo recentemente, após ter montado um bom time pro Vasco que por diversos motivos não deu liga. Mas, no papel, era um time mais do que suficiente para um ano tranquilo.

Entre erros e acertos naturais a qualquer pessoa que comande seres humanos, o saldo é positivo. Onde há um profissional, normalmente, a coisa anda melhor.

No Flamengo também teve gente contestando a importância dada um gerente de futebol como Rodrigo.  Ele não faz mágica, mas o fato de levar isso profissionalmente, ter se preparado e não ter intenções pessoais políticas no clube são fundamentais.

Rodrigo emprestou um monte de gente que o clube não conseguia emprestar. “Se livrou” de uma boa grana mensal de salários que eram perdidos por contratos que não deram certo ou por apostas futuras.

Sabe quanto o Rodrigo Caetano conseguiu economizar pro Flamengo no ano de 2015?

Cerca de 9 milhões de reais.

Talvez algumas pessoas achem exagero o que ganha um profissional como ele. Mas é fato que hoje Rodrigo Caetano representa, com seu trabalho, quase um patrocínio de manga de camisa no clube de “receita”.

E então, faço novamente a pergunta: Quanto vale um profissional nessa área?

abs,
RicaPerrone

Comentários