Home » Futebol » Clubes » Santos » Quando o gol é um “detalhe”

Quando o gol é um “detalhe”

Faltou apenas a bola entrar para que Santos x São Paulo tivessem o resultado que mereciam após 90 minutos intensos na Vila Belmiro.

Um empate com gols, ou talvez uma vitória do Santos por um gol a mais, por ter tido mais chances claras. Mas o improvável zero a zero hoje é “culpa” dos goleiros, especialmente de Rogério Ceni.

Jogo quente na  Vila
Jogo quente na Vila

Do Santos que pouco espero em 2015, uma atuação muito boa. Do Tricolor, que na semana que vem tem o Corinthians pela Libertadores, menos.

Quando se olha para os dois times antes da bola rolar você espera que o São Paulo tenha o controle do jogo, o que não significa que vá ganhá-lo. Apenas, em tese, por ter um time mais forte, ter mais a bola nos pés.

Característica dos times de Muricy, o SPFC não muda conforme o jogo. E não, não acho isso bom.

Entra em campo contra o Santos exatamente igual como entra contra o Mogi. E então notamos que o Santos não enfrentou o SPFC como enfrentou o Capivariano. Portanto, aí o equilíbrio do clássico.

O Tricolor se prepara para um campeonato onde a apatia e a falta de “pegada” não são detalhes. É preciso jogar bola, ser frio, mas também é preciso “algo mais”.

Eu não vi esse “algo mais” no time do Muricy ainda. No Santos, hoje, consegui ver.

abs,
RicaPerrone

Comentários