Home » + Chamada » Qual o problema com o cheiro?

Qual o problema com o cheiro?

Das mil formas de polemizar no futebol, as que mais me irritam são as que condenam a risada no boteco segunda-feira.  Tire do torcedor tudo que você quiser e puder, mas não faça isso com o direito dele ter no futebol seu lazer e não o seu “problema”.

Quando nós da imprensa tratamos do assunto, tratamos como trabalho. Burrice, porque como estamos nos comunicando devemos pensar no consumidor final, não no nosso meio e nos tapinhas nas costas em prêmio merda no fim do ano.

O torcedor vê futebol no lazer dele, não por obrigação.  E se pra nós parece chato, burocrático, técnico, cheio de poréns, pra ele, não.  E quando fazemos ele pensar com a nossa cabeça não fizemos de um torcedor uma pessoa consciente. Perdemos um torcedor.

Não há NENHUM ganho para NENHUM lado quando tratamos de “time da CBF”, atrelamos dirigente corrupto a time campeão, ou quando discutimos os limites do humor entre torcedores. Todos perdem. Especialmente o burro que gerou a discussão.

O “cheirinho de hepta” não é um título, nem mesmo uma forma da “imprensa carioca” comemorar antecipado, e blá blá blá… Pára! Porra! Vocês estão malucos?

Que brincadeira mais bacana e inofensiva uma torcida pode fazer do que brincar que está começando a ter um “cheiro” no ar de título? Qualé o problema? Onde tá o pecado em sacanear o rival, abrindo precedente para ser sacaneado de volta em caso de derrota?

As vezes eu acho que além de não entender o que é o futebol em sua essência, tem muita gente trabalhando nele que também não conhece as torcidas e seus perfis. O carioca é debochado por natureza. O flamenguista é debochado, arrogante e maioria. É óbvio que ele vai criar algo assim, tipo como quando fez do Obina um craque.

Quem perde com isso? Ninguém! É bom pro futebol, pro campeonato, pra nós, pra eles, pros times, pra todo mundo.

Então porque diabos tem tanto paulista discutindo essa porra de “cheirinho de hepta” como “desrespeito” ao Palmeiras?  Que doença é essa que faz de uma piada uma debate sobre valores, ética, etc?

Senhores, lembrem-se todos os dias: futebol é algo que as pessoas assistem para se divertir.  Se você assiste futebol para ficar irritado ou por obrigação, você não é torcedor, mas sim doente. Procure ajuda.

E você que, como eu, trabalha e vive disso, se não conseguir rir de uma brincadeira dessas ou achar que é do caralho o torcedor passar a segunda-feira fazendo piada disso ao invés de discutir o Del Nero, numa boa… vai se fuder!

abs,
RicaPerrone

Comentários