Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Primeiro teste

Primeiro teste

Pela primeira vez o motivo que fez os mais competentes (em tese)  diretores fracassarem no futebol brasileiro testará a nova diretoria do Mengao.  A paixão, ou o descontrole sobre ela, jamais foi bem administrado na história do futebol brasileiro.

Nem mesmo um dos mais conceituados economistas que já tivemos soube que não era possível gastar 4 tendo apenas 3.  Agora, pela primeira vez, a paixão que levou os bem sucedidos diretores ao poder na gávea vai testá-los.

O “amorzinho” acabou, como era óbvio que acabaria na primeira sequencia ruim.  Você pode me falar em “a galera do twitter tá firme”, mas o que vai aparecer pro time é a “galera da arquibancada”, não a da rede social. Essa já protestou, já está cansada e não pela primeira vez no ano sai chamando o elenco em formação de “time sem vergonha”.

Porque? Porque torcedor não planeja, nao raciocina, não espera. Apenas torce.

Diretores como os que lá estão sabem administrar empresas. O problema do futebol é que ele não é uma empresa e não será mesmo que tentem fazer dele algo parecido, afinal, não há faculdade pra lidar com paixão e acaso. Apenas pra lidar com números e pessoas.

Números controláveis, não os do futebol, onde a bola entra ou não sem muita explicação.  A paixão cegou e fez todos os bons nomes do futebol brasileiro fracassarem como dirigentes. Agora a super-diretoria (e não estou sendo ironico)  do Flamengo será testada.

Não porque precisa saber como lidar com uma crise financeira ou técnica, mas porque a mesma paixão que os fez estar ali está tirando o sono deles essa noite. Tanto quanto vocês, não querem e não sabem perder.

Ali mora a razão de tudo isso, pro bem e pro mal.

Torço pra que ignorem tudo que ouvirem e sigam em frente conforme o planejado. Mas duvido que a paixão não consiga, ao menos, desviar um pouco o planejado.

E é aí que vamos saber, junto com eles, se futebol é mesmo tão difícil assim ou se todos os anteriores eram muito incompetentes.

A taça rio não leva ninguém a nada. Quando conquistada logo dizem que não serve. Mas perde ela pra ver o que acontece…

abs,
RicaPerrone