Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Previsíveis 0x2 Imprevisíveis

Previsíveis 0x2 Imprevisíveis

Não há nada de especial no resultado de ontem no Palestra Itália. São coisas do futebol. Sim, do futebol. As vezes, e infelizmente só as vezes, ele supera a covardia e a mediocridade de quem faz o anti-futebol. Ontem foi assim, porque o Flamengo é um time que quer vencer, e o Palmeiras é um time que não quer perder.

Previsível como seu treinador, mau humorado, dando patada no fim do jogo, não usando banco, não sabendo mexer no time, armando uma porcaria de um jogo covarde e cruzando bola na área o jogo todo. É Muricy, funciona. Só que quando o outro time tem um fator imprevisivel, bate de frente com a sua teoria.

É mole armar um time que defende 90 minutos e, com talentos na frente, acha um golzinho e vence. Duro é armar um time que se defende e agride 90 minutos. E isso é coisa pra quem conhece.

O Palmeiras se limita ao futebol do Muricy. Defende, chuta lá pra frente e cruza. Ou reza por bola parada. Em alguns raros lances individuais, cria algo. Mas, coletivamente, não.

Meteu o Edmilson pra marcar o Pet, e não o Souza, jovem e cheio de gás. No fim, ainda ironizou um reporter que perguntou o óbvio: “Porque o Edmilson pra marcar o Pet e não o Souza?”.

Mas, ele sabe tudo. Inclusive nota que o Edmilson tem boa saida de bola e marca mal com a idade.  Coloca o cara de primeiro volante e o Souza de segundo, matando a caracteristica de um deles pra valorizar o outro. Chama-se teimosia.

Previsivel, o Palmeiras cruzou. Inteligente, o Flamengo se postou pra evitar.

Meteu o Juan mais na frente, meteu o Willians nas costas do Armero. Quem cruza? Ninguem. Aqui jaz o Palmeiras do chuveirinho.

Quando cruzavam, o Flamengo recuava seu time para o bico da área. O rebote era sempre rubro-negro, o que impediu qualquer tentativa do Palmeiras de pressionar o time carioca.

Um nó tático dos mais simples.

Petkovic desequilibrou o jogo sozinho. Enquanto o Flamengo corria e se aplicava, o gringo desmontava a defesa do Palmeiras.

Marcão saiu falando no fim do jogo. E aí, a fama. Se o Ceni faz isso, é arrogante. O Marcão, gente boa, pode sair metendo a culpa nos companheiros e tudo bem.

Diziam que ele fazia isso porque não gostava do Luxa. Será?

E diziam que o Luxa perdeu o titulo em 2008 porque perdeu o Pierre.  Hum… curioso isso.

Diziam que o Palmeiras iria crescer com o Muricy, e eu dizia o contrario.

O time que defendia razoavelmente bem e atacava bem agora se defende com sorte e agride com medo. É a cara do professor.

Flamengo entra na  briga pelo titulo de vez, e o Palmeiras que se cuide. Porque com essa bolinha, nem a Libertadores está garantida.

abs,
RicaPerrone