Home » Futebol » Campeonatos » Brasileirão » Poucas palavras

Poucas palavras

É muito difícil escrever sobre um jogo desses.  O Flamengo foi a campo tentar novamente buscar na base da raça 3 pontos que aliviariam sua real situação.  Mas nem sempre isso bastará.

Não que o time tenha sido sufocado, mas passou longe de ter conseguido sufocar ou sequer pressionar a Chapecoense. O que, convenhamos, pelo peso das camisas, é inaceitável.  Mas pelo que há dentro delas, nem tanto.

O time é fraco. Desfalcado, fraquíssimo. E infelizmente temos que aceitar que elefante na lama afunda mais quando tenta se mexer de qualquer jeito. Moscas saem da lama voando.

O Flamengo pesa um elefante, os seus adversários diretos pelo não rebaixamento, muito menos. É muito mais difícil ser Flamengo ali atrás do que Chapecoense, que mesmo em situação delicada entra em campo pra tentar ganhar, contra a obrigação do rival.

Luxemburgo escalou o que tinha. E tinha muito pouco.

O Flamengo precisa de trabalho, calma, planejamento, o diabo a quatro! Mas hoje, fundamentalmente, de forma simples e até superficial: precisa de reforços.

E não me refiro a jogadores que podem “ajudar”.  Me refiro a quem possa resolver.

abs,
RicaPerrone

Comentários