Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Pontuais

Pontuais

O Flamengo fala em Bolivar, Love e manter Thiago Neves. Distante daquela insuportável mania de fazer pacotão em janeiro e desfazer todo trabalho anterior por um resultado não tão bom, o clube parece focar em reforços pontuais.

Se 2011 não foi a maravilha esperada, ficou longe de ser uma tragédia. O time precisa de zagueiro, precisa de atacante e manter seu único meia confiável, Thiago Neves.

Precisa pagar Ronaldinho. Precisa manter o trabalho e dar continuidade ao time que começou a ser montado. Com Luxa ou sem, o grupo não está sendo refeito, o que já é motivo de elogios.

Eu não sou maluco de arriscar, nas férias, quem volta inteiro e quem volta capenga. Mas o time fanfarrão do Flamengo precisa de juizo, zagueiro e um líder.

Pode ter certeza que o interesse no Bolivar não é pelo bolão que ele joga. Alguém tem que gritar nesse time e o técnico já viu isso. Tanto que busca um zagueiro com perfil de liderança.

Ronaldinho capitão é um absurdo sem tamanho. Entendo a idéia, que é de aumentar a responsabilidade dele, mas não adianta insistir. O cara nasceu pra fazer malabarismo… Ele não sabe se impor, não controla nem a própria vida, não pode ser líder de grupo.  É um erro. O capitão de um grupo deve ser o que conduz á luta, não o que arma a festa após a luta.

Enquanto muito torcedor fica delirando, xingando diretoria achando que cada jogador no mundo “não contratado” pelo Flamengo é um erro da diretoria, o clube parece mais focado em buscar o que falta, não o que for aparecendo.

Love é um grande jogador, tem identificação e completará na frente. Thiago é fundamental, o líder mais ainda.

O Fla 2012 não está pronto, longe disso. Mas está na mira.

Pode até ser que a flechada saia torta, mas a idéia é boa.

abs,
RicaPerrone