Home » Futebol » Pontos corridos ou mata-mata?

Pontos corridos ou mata-mata?

Defendi o sistema de pontos corridos a vida inteira. Cansei de discursar sobre a “justiça” do campeonato mata-mata, etc, etc, etc. Mas, passados 6 anos e meio deste sistema, devo admitir que mudei de opinião.

Não que seja ruim, não é isso. Mas se o formato do mata-mata tinha seus defeitos, o de pontos corridos também tem. Sendo assim, resta colocar na balança os dois para ver qual pesa mais. A TV já colocou, tanto que pediu a volta do mata-mata. Porque será?

Eu acho que sei a resposta.

O sistema de pontos corridos é bom porque privilegia a competencia e o planejamento. Alias, sempre achei isso perfeito. Mas, hoje, sinto falta de algo que privilegie o futebol. Coisa que o pontos corridos não tem conseguido fazer há anos.

O Corinthians 2005, o SPFC do tri e o atual líder não jogaram um futebol que se guarde na memória. E se os últimos 5 campeões brasileiros não são para guardar na memória, algo está errado.

Não, sãopaulino… não minta pra você mesmo. Você não vai contar pro seu neto daqui a 30 anos sobre as tabelas de Leandro, Aloísio e J. Wagner. Sequer vai escalar o time do Jancarlos, Jean, Richarlyson, Borges e outros tantos. Bons, mas comuns.

O mata-mata não privilegia o mais regular. Sinceramente? Dane-se. A Libertadores, a Copa e a Champions League, os melhores torneios do mundo, também não e nem por isso perdem alguma coisa. Ao contrário, ganham em emoção.

Lógica no futebol tem limite. O que adoramos é a falta dela, nào a “coerencia futebolistica”.

Os campeões neste sistema teriam mudado, fatalmente.

O SPFC não seria o campeão de 2007 e 2008, possivelmente. O Flamengo teria tido chances em 2007, assim como o Inter poderia recuperar o “roubo” em 2005.

Tem prós e contras para os dois formatos. Mas sinto muita falta de uma coisa… A decisão! Eliminar seu rival. Aquele jogo que ou voce vence, ou está fora. Aquela semana comendo unhas.

Não me convença que vencer brasileiros sobre Goiás, Atlético PR, América RN e Goiás novamente não tiraram uma dose do gostinho do titulo. É sempre mais gostoso ser campeão em cima do vice.

É sempre um prazer poder disputar a vaga com seu rival.

É sempre um saco ver que diversos times passam o final do brasileiro fazendo nada, pois nem estarão no G4 e nem cairão.

Ah, mas tem que jogar o ano todo.

Ok, então se crie um formato onde todos vaão pro  mata-mata.

Talvez um Brasileiro de turno único, só finais de semana. Talvez o campeao ja esteja na Libertadores, e depois disso existe um mata-mata com boa vantagem pra quem fez melhor campanha.

Do nono ao décimo sexto um mata-mata pela Sulamericana. Os dois ultimos caem, os outros dois jogam um mata-mata com o terceiro e quarto da serie B. São ideias, não necessariamente nessa ordem.

Mas confesso que, apos anos de experiencia, não gosto mais tanto dos pontos corridos. Acho chato, lento, e tira uma coisa fundamental no futebol: A Explosão.

Você delira com um gol na semifinal que mude tudo. Mas você não delira com o titulo de pontos corridos, simplesmente porque ele é uma vitória lenta. Vai sendo construido aos poucos e quando ganha você apenas confirma. Não reverte.

Falta aquele gol no finalzinho. Aquela virada incrível. Aquela eliminação que era zebra.

Falta ganhar aquele que joga mais bola! Não aquele que planeja apenas.

Afinal, sejamos coerentes… Isso aqui é um campeonato de futebol, nào de administração de empresas.

Essa emoção “empresarial” do pontos corridos é um soco no estomago do maior prazer do futebol, que é o drama, o gol no ultimo minuto, o imponderavel…

Sinto muita falta de ver meu time decidir contra o rival aquela vaga ou aquele titulo. Sinto falta do herói, sabe? Aquele cara que decide as semifinais e a final.

Sim, porque não há heróis nos pontos corridos. O Santos venceu com um vacilo do Atlético PR. O Cruzeiro atropelou todos. Em 2006, o SPFC venceu porque seu rival estava treinando pro mundial. Em 2007 foi moleza. Em 2008 foi feio, horrível. E em 2009 o líder não joga bola, só acha resultados e se defende.

Cade o imponderavel?

Mudei de idéia. Prefiro o mata-mata.

E note: Sou torcedor do clube que mais se beneficia dos pontos corridos… rs

abs,
RicaPerrone