Home » + Chamada » PES e FIFA lutam pelos brasileiros

PES e FIFA lutam pelos brasileiros

Não sabemos ainda qual será o resultado final, mas PES e FIFA andam brigando nos bastidores pelo futebol brasileiro em seu game de 2016.

Com uma diferença brutal de tratamento e interesse, os dois maiores games de futebol do mundo lutam para ser líder no Brasil. Sim, pois aqui é onde o PES e o FIFA praticamente igualam suas vendas. O maior mercado PES do mundo e, portanto, onde deve incomodar a EA Sports.

Mas o que está acontecendo nos bastidores?

As duas empresas conversam com os clubes isoladamente para tentar compensar a triste realidade de não termos uma empresa/liga representante deles todos e do campeonato. Assim, impossibilitados de comprar “O Brasileirão”, vão ter que negociar com clube por clube.

E então surge a diferença.  Enquanto o PES quer os estádios, os clubes, a torcida gritando, o envolvimento máximo do futebol brasileiro em seu game, o FIFA parece não fazer tanto esforço.

Alguns dirigentes relatam ter que procurar a EA para conversar, enquanto a Konami faz todo o possível para deixar o jogo ideal para os brasileiros e se aproximar dos clubes.

A grana, inclusive, é bem mais alta. A EA oferece um valor “simbolico”, a Konami oferece um pagamento pelos direitos dos clubes.

Por relacionamento, eu diria que todos os clubes assinariam com a Konami. Não fosse a popularidade internacional maior do FIFA, já teria acontecido. Mas a busca por exclusividade nos dois lados pode e deve deixar muita gente irritada em 2016.

Há uma chance enorme de nenhum dos dois games conseguir ter todos os clubes.  Aquele clássico de domingo, nem pensar. Vamos jogar com “o que tem”. E é aí que os clubes deviam fundar uma LIGA, mesmo que so pra negociar isso, e vender o BRASILEIRAO e não as peças dele pra alguem montar.

Nas próximas semanas tudo que se negociou vai pro papel. E em um ou dois meses teremos o anuncio oficial de quem conseguiu o que.

O PES parece muito melhor do que 2015. O FIFA, sem grandes novidades, só com futebol feminino que, honestamente, acho uma azeitona numa pizza. Não faz a menor diferença pra enorme maioria dos usuários.

Nós queremos Maracanã, Mineirão, Morumbi, gritos de torcida e nossos times e jogadores lá. Só isso.

O PES é o “queridinho” do brasileiro. Se o mercado se divide em vendas por aqui, é muito comum ouvir jogadores de FIFA querendo “voltar” ao jogo que marcou sua adolescência. Basta uma melhora, um punhado de argumentos e …. o jogo vira.

Será que a prioridade ao “futebol brasileiro”  vai desequilibrar esse jogo?

Mais 3 meses.

abs,
RicaPerrone

Comentários