Home » Futebol » Perdoai, Senhor…

Perdoai, Senhor…

Quando um dirigente de clube diz: “Agora vamos pensar em renovação”, saiba que em seguida vem um medalhão de 35 anos em fim de carreira.  Quando ele diz que “quer mais disciplina”, virá um bad boy daqueles. E quando ele abre a boca pra prometer um time forte ano que vem, tenha quase certeza…. você vai passar nervoso.

Este cenário é tão repetitivo quanto irritante. Mas não se cobra com seriedade pessoas que trabalham de favor e sem obrigações.

Dirigente fala do calendário. Em dezembro ele vai lá e assina 19 rodadas de estadual na Federação. Quando o tornozelo do seu meia direita não aguenta, ele corre na tv meter a culpa no calendário e você, bobo, entra na dele.

Aí ele diz que não quer mais Adrianos e Brunos no Flamengo. O motivo? Jogadores problematicos fora de campo não são mais bem vindos neste “novo Mengão”. Quem é o primeiro reforço de 2011? Felipe, o goleiro.

Em 2008 o SPFC disse aos 4 cantos que só traria jogadores com “perfil”.  Vieram Fabio Santos, Adriano e Carlos Alberto, o que me faz pensar se o perfil do SPFC se parece com algum desses…

Agora o Palmeiras não paga ha 3 meses, tem problemas com o grupo, mas tem eleição. O que faz o dirigente? Fala em Ronaldinho. O torcedor, que almoça resultado e janta gozação, adora. E o grupo, que não recebe, vai se virando contra o clube. O resultado? Aí está ha 10 anos… só será mantido.

O Grêmio, que foi traido pelo garotinho que inventou com 17 anos, agora quer o cara novamente. A torcida vai engolir, é claro. Memória e futebol não cabem na mesma frase. Aquele clube magoado, traido, enganado tenta, desesperadamente, trazer o seu “filho” pra casa novamente. Aquele que saiu batendo a porta e mandando os pais pra aquele lugar. Lembra? Não, eu sei que não.

E assim vai.

Eles falam em “liga”, e quando convém vender camisa, ignoram a liga que fizeram em 87.

Falam em maiores lucros, mas não conseguem equilibrar suas contas até hoje. Se entrar 500, gastarão 700. Simplesmente porque a grana não é deles.

Estas celebridades disfarçadas de dirigentes estarão reclamando do calendário que eles mesmos assinaram em 2 meses.

Eles vão dizer assim: “É duro investir em Adriano pra jogar um estadual, sabe?”. Mas na ficha do estadual está lá: “Aprovação unanime”.

Estes caras não sabem o que dizer, o que fazer e nem mesmo onde querem chegar.

Mas e daí? O dinheiro não é deles mesmo…

Eles podem quebrar seu clube. Amanhã vem outro e paga o que o atual fizer de errado.

O que eles fazem é “por amor”. Tanto amor que dizem ser cansativo, horrível, teoricamente sem lucro, porém…. se deixar ficam 20 anos no clube dando ordem.

As pessoas não querem dinheiro. O dinheiro é um papel sujo que “compra” o PODER. E é isso que eles querem.

Que poder mais rapido e barato pode existir do que ser diretor e tomar as decisões que uma nação apaixonada vai se interessar?

Tô cansado desses caras. Todo mes de dezembro é a mesma porcaria. Nem as palavras os caras conseguem mudar.

Amanhã vai ter um babaca por ai dizendo: “Vem um jogador aí que a torcida vai adorar”. E você vai passar a semana igual bobo rezando, torcendo, etc.

Em janeiro ele dirá: “É dificil… estava tudo certo. Só faltava o salário”.

Ou seja, só faltava tudo.

abs,
RicaPerrone