Home » + Chamada » Os problemas, as qualidades e os fatos

Os problemas, as qualidades e os fatos

Senhores, vamos acabar com o blá blá blá. Vamos também tentar evitar a idéia que fazemos de “futebol na europa” assistindo Real x Barcelona e ignorando a média. Ou, mais covardemente ainda, comparando Criciuma x Goiás com um Bayern x Real, como se fosse um jogo comum e semanal.

Peguei a última rodada com estatísticas da OPTA, que é a fornecedora OFICIAL de dados do futebol europeu e que agora está também no Brasil. O blog tem EXCLUSIVIDADE a estes dados no país.

Somei, tirei média, na mão. Jogo a jogo, a última rodada dos principais campeonatos do mundo. E não, meus caros, nós não “trocamos menos passes” e menos ainda “erramos muitos passes”. Ao contrário, somos junto da Itália o que menos erra passes.

Os valores próximos devem ser ignorados. Uma diferença de 850 passes pra 845 por exemplo significa que são iguais, afinal, rodadas alternam pra cá e pra lá um pouco.

O que devemos prestar atenção:

– Somos o campeonato com menos dribles por jogo. Isso é absurdo se tratando do futebol mais técnico do mundo.

– Somos a melhor média de gols. A média do italiano é 2,6. Nesta rodada houve um “surto” com 3 jogos de muitos gols e a média ficou bem acima do normal.

– Temos praticamente o mesmo índice de acerto da Itália em passes. A melhor do mundo proporcionalmente.

– Fazemos muitas faltas. Precisamos rever isso com urgência. O campeonato inglês é excelente nesse sentido.

– Chutamos a gol dentro da média. Nada absurdo e nem abaixo.

– O campeonato espanhol é o pior de todos, disparado. Ele tem TODOS os números abaixo da média.

– E a última rodada do Italiano desconstruiu uma lenda que talvez explique as Copas do Mundo. A Itália perde mídia, dinheiro, craques, mas …

E ai? Esperava?

Quantas vezes você ouviu que se troca mais passes na Europa do que aqui? Quantas vezes discursaram pra vocês que no Brasil se erra muito passe?

Cuidado. O vira-latismo somado a falta de informação, multiplicado a burrice de ver o filé de fora e considera-lo padrão leva a análise a delírios.

O futebol MUNDIAL caiu de nivel. Muito. E nele existem 5 ou 6 times que destoam do resto. O resto, ou seja, 99,9%, é tecnicamente limitado e muito parecido.

Abs,
RicaPerrone

Comentários