Home » + Chamada » Os campinhos da FIFA

Os campinhos da FIFA

As vezes acho a FIFA burra, outras vezes apenas tendenciosa. Na maioria dos casos, acho as duas coisas.  Os novos campos de futebol do planeta são padrão.

Padrão FIFA. Padrão pra brucuto jogar bola.

Quanto mais o esporte evolui mais rápido fica o jogo, mais fácil destruir, mais curtos os espaços, mais raro o desequilibrio pela técnica.

E aí vem a “dona do jogo”, a única que não nota que o esporte muda e as regras precisam acompanhar, e determina que os espaços serão ainda menores.

Porque é bom? Não, porque é assim nas micro-arenas da Europa onde o jogador pode ter seu cabelo puxado por um torcedor no escanteio.

Correria, passes rápidos, preenchimento de espaços, bola em movimento e muita velocidade. Quem joga assim?

Não somos nós, óbvio.

A FIFA encolheu os campos para privilegiar a correria, a força física e a destruição das jogadas. Burra, ou tendenciosa aos colegas europeus, deu um tiro no pé.

 

O futebol precisa de espaço. A discussão deveria ser uma nova regra do impedimento que impedisse que os jogos fossem disputados em 20 metros.

Mas então, reduzimos ainda mais os campos. Já que toda arena é quase igual, que seja também nas dimensões. E que cada vez mais sejam iguais os times, as torcidas, os jogadores, tudo!

Igualmente sem personalidade.

abs,
RicaPerrone

Comentários