Home » Futebol » Botafogo » Obrigações

Obrigações

Não, não era.  Em janeiro ninguém diria isso, nem mesmo em maio, quando a bola rolou no Brasileirão.

O Botafogo, longe de ser azarão, nunca esteve na lista dos grandes favoritos sequer de seus próprios torcedores. Com resultados e bom futebol se elevou ao status de favorito e agora, quando perde um jogo de forma patética, é verdade, transforma o sonho em “obrigação”.

Se houve ou não “pacto” pela vaga, pouco importa. De 2013 o Fogão tira lições fantásticas para continuar nesse ritmo de crescimento que em breve resultará num grande título.

Mas, obrigação?  Sei não.

Nenhuma “conquista” é obrigação. Se fosse, ninguem vibraria com ela. E se de fato tornarem a Libertadores como “o mínimo aceitável”, sairão do campeonato, no máximo, não revoltados.

O grande desafio do Botafogo não é mais montar time, estruturar clube, porra nenhuma! Tudo isso já ficou claro ser possível e hoje é até realidade.

O desafio é conquistar você, e então, um grande título.  Não é muito provável que seja o contrário.

Taí o Galo, campeão da América, pra explicar com fatos o que digo quando peço que a torcida passe a acreditar de verdade, não apenas em faixas.

Sou chato, bato na tecla, tiro sarro e cutuco pra caralho esse assunto. E vou fazer isso até te irritar, botafoguense.

Não tô nem ai se você quer ou não ler isso. Tô no meu papel de promotor de evento, chamando você pra fazer parte da retomada de um grande clube que você é o primeiro a duvidar.

Diante dos seus olhos o Fogão deixou de ser uma piada pra ser um time de ídolos, candidato a título e de boas campanhas. Você não quer ver. Quer logo o mundial pra “compensar” anos de dor.

Mas não vai acontecer assim. É um processo, e o Botafogo está no meio dele.

Por bobagens não disputou o Brasileirão até o fim esse ano. E muito por culpa de vocês não disputará as finais da Copa do Brasil.

Sim, a culpa é meio a meio. Ou você não diz “nós” quando ganham? Então…

Desiste não, botafoguense.  A “obrigação” era não cair, hoje em dia a “obrigação” é ir a Libertadores. Nesse ritmo, em breve, será título.

Deve ser foda ser botafoguense. Não tenho dúvida.

Mas pra “virar esse jogo”, eles precisam de vocês e vice-versa.

Ou eles podiam entrar em campo hoje com uma faixa: “Ter vindo na quarta era obrigação”.

E quem iria dizer que não?

abs,
RicaPerrone