Home » + Chamada » O que não falta é vergonha

O que não falta é vergonha

Não na cara, mas em nossa história. Talvez não a quem faça, mas a quem assiste ou conta pra alguém.  O São Paulo “soberano” levou a brincadeira a sério, se tornou “soberbo”, ficou pra trás, hoje é um clube grande que não consegue suportar o próprio peso.

Escândalos administrativos, salários atrasados, falta de patrocinador e nem mesmo podendo usar seu próprio estádio, o São Paulo começa 2016 dez anos atrás do que começou 2006.

“Traga um gringo”, brada a imprensa brasileira como se a qualidade estivesse atrelada ao fato de não ser brasileiro. Taí, o gringo, a mesma porcaria de sempre, porque não ensinam mágica na Argentina.

Um time qualificado, com alguns bons jogadores acima da média, mas sem nenhum compromisso com nada.  Todos de barriga cheia, ou pouco preocupados em ir além.  Bruno, Carlinhos, Michel, o próprio Lugano, jogadores que não precisam de mais nada na carreira. Então misture isso aos garotos e teremos um time equilibrado.

Pânico, pressão, torcida organizada de merda que nem criar músicas de exaltação ao clube consegue, quanto mais fazer alguma diferença no estádio.

Um time perdido, um clube que não se reconhece mais.

Perdeu mais uma. Foda-se.  Tanto faz. A cara de “tanto faz” de alguns deles é de tirar qualquer um do sério.  Pouco importa o jogo, o resultado, a tabela.  Nada disso é mais importante do que ver o São Paulo em campo digno e atuando feito time grande que é.

abs,
RicaPerrone

Comentários