Home » Futebol » Botafogo » O que ainda seduz

O que ainda seduz

Eu não estou nem aí pro arbitro, que foi ridículo e quase estragou um jogão.  Mas assim como todos, não esperava um show de bola no Engenhão afinal, sabemos,  os dois times não estão nem perto de algo animador.

Mas esperava aquilo que mais me seduz no futebol carioca que é a irresponsabilidade e a tendência incrível que um jogo sério e estudado tem de terminar virando uma pelada.

Tem quem ache isso uma porcaria, falta de profissionalismo, falta de sei lá o que. Mas eu adoro.

Aquele segundo tempo onde os dois times, cansados, afim de correr o risco em troca de um golzinho que alivia a cobrança, foi especial. Valeu o ingresso.

Diversas chances de gol, campo aberto, la e cá, juiz fazendo merda, lances que poderiam ter sido golaços e eu fico naquela dúvida entre ver a falha da zaga ou o drible do atacante.

Eu fico com o drible, não adianta.

Num Engenhão sem grande público, com dois grandes times num momento ruim, sem nada especial taticamente e sem nenhum brilho especial de um jogador… Um jogão.

Pode isso? No Rio, quase sempre, pode.

abs,
RicaPerrone