Home » Futebol » O prazer de torcer contra

O prazer de torcer contra

Torcer contra o rival é parte do futebol. Tão divertido quanto torcer pro seu, o adversário tem importância semelhante na sua vida. Afinal, é com ele que você disputa, é dele que você quer tirar uma na segunda-feira.

O campeonato vai chegando ao final e, veja você, mais uma questão faz a gente pensar no formato de pontos corridos. Faltando 6 rodadas, torcedores terão o prazer de torcer CONTRA o SEU time.

Pode isso, Arnaldo?

Veja você que, talvez, o Inter prefira não vencer o Flu pra não facilitar o Grêmio na Libertadores 2011.

E o sãopaulino, conforme breve pesquisa que fiz no twitter, prefere não ter a vaga na Libertadores do que ver o Corinthians campeão. O que fará uma parte deles torcer pro Cruzeiro?

Ou será que daqui alguns jogos os palmeirenses torcerão pro Palmeiras contra o Flu, caso o Timão se mantenha na briga?

Será que, se o Grêmio não brigar por nada e o Inter pelo título, o gremista vai torcer pro time dele contra o Botafogo?

Foi normal ver a torcida do Grêmio no Maracanã comemorando o gol do Angelim?

É feio o que faz a ferrari, quando escolhe a derrota de um pra beneficiar outro. Mas está em casa, é pra beneficio do time.

E o quanto é feio obrigar um time a não querer ganhar pra agradar seus clientes, real motivo de sua existencia?

É lógico que o futebol proporcione ao torcedor a condição de torcer contra seu clube?

Estamos prestes a ver isso, de novo. Desta vez, por termos mais times na briga, veremos mais casos do que nos anos anteriores.

E a tendência é que na medida em que os pontos corridos fique mais equilibrado, isso se repita.

Isso é futebol?

Será que é tão dificil notar que na Europa isso não faz tanta diferença porque os mesmos 2 ou 3 todo ano brigam pelo título com 2945985 pontos na frente do resto enquanto aqui sempre temos um final mais apertado entre rivais?

É hora, de novo, de repensar os pontos corridos.

Sou chato, repetitivo.  Mas tenho motivos pra não entender isso como uma disputa legítima.

Agora a emoção é outra. Você acorda, olha a tabela, faz contas e decide: Torce pro seu time ou contra?

Fico imaginando o que dirá um pai ao seu filho, como este guri da foto, quando ele entra num estádio todo uniformizado e vê sua torcida pedindo um gol do adversário…

Lamentável.

abs,
RicaPerrone