Home » Futebol » Clubes » Fluminense » O pênalti que não foi

O pênalti que não foi

Sabe aquele sonho de todo torcedor hipócrita de ver um pênalti que não foi sendo recuado pro goleiro?  Então. Nunca aconteceu.

Nem vai. Pelo menos não se o pênalti foi decisivo.

Entre a verdade e o que entendemos dela há uma mídia que conta os fatos pra você conforme lhe convém. E convém vender jornal e deixar a maioria feliz.

A maioria quer ver o pequeno defendido, o grande massacrado. Ainda mais sendo o clube que teve a péssima idéia de estourar uma champagne na tv quando viraram a mesa e ele foi UM DOS beneficiados.

Você só sabe o que sabe porque a imprensa te conta.  E então, muito relevante se torna “como” ela te conta.

Eu não queria que o Fluminense tivesse ficado na série A pelo tapetão. Mas não serei canalha de dizer que recuaria a bola pro goleiro.

O Flu, o seu time, você, qualquer um, aceitaria o erro do rival pra levar vantagem. E não, não é novidade, nem virada de mesa. A mesma regra foi aplicada em 10 casos iguais nos últimos anos, com a mesma punição.

Que audiência dá discutir o tamanho da merda que fez a Portuguesa?

E bater no Flu, insinuar coisas, transformá-lo no satanás do futebol brasileiro e ainda fazer uso disso para discursar sobre ética, o país, a corrupção e os valores da sociedade?

Dá um puta ibope.  É a interpretação fácil que todos querem ouvir pra não ter que pensar, só apontar o dedo e julgar.

Piada é piada. Tem que ter, tem que aturar. Mas notícia é notícia.

Repito, sem medo: Nenhum clube do mundo no lugar do Fluminense recuaria a bola pro goleiro. Não numa decisão.

E mais importante disso tudo:  O Fluminense não mudou nada, nenhuma virgula de regulamento algum. Portanto, não há virada de mesa.

Há sim uma tremenda cagada da Portuguesa que já está perdoada de véspera, afinal, é só a Portuguesa.

O Flamengo, que cometeu o mesmo erro e pagou igual, é muito mais contestado internamente do que massacrado fora pelo erro. Porque?

Porque também é grande.

Eu não queria ver o campeonato terminar no STJD. Mas senhores, sejamos menos hipocritas.  Qual dos últimos não teve relevantes decisões naquele mesmo “campo” de advogados e promotores?

– Você está, então, defendendo o Fluminense?!?

Porque diabos ponderar sobre um assunto onde existem 3 envolvidos é estar de um dos lados?

O Flamengo também é interessado no erro da Lusa.  Aliás, olhando a tabela como ficou, é até mais do que o Tricolor.

Mas não importa. Pois é claro que o Flamengo não tem culpa da Portuguesa ter sido tão amadora.  Só não é claro que o Fluminense também não tem.

Porque?

Porque pra qualquer novela é preciso um vilão, um herói e um coitadinho.

Só não acharam o herói ainda. Mas a novela está no ar rendendo uma puta audiência e você parece aquelas velhas que quando encontram a atriz na rua xingam pensando ser a personagem.

Montaram um circo.

Adivinha quem é o palhaço?

abs,
RicaPerrone

 

Comentários