Home » + Chamada » O país da meia entrada

O país da meia entrada

É oficial: O valor dos ingressos para shows, teatro, futebol, entre outros é 50% do valor anunciado.

Eu custo a entender a lei da meia entrada, mas não preciso ir longe pra ver o que ela gera.  Hoje, especialmente no RJ, todo mundo estuda. É impressionante a quantidade de gente buscando melhorar sua formação nesse país.

Deve ser o lugar onde mais se estuda no mundo.

Sim, pois a lei é burra. E além dela ser burra, somos um país desonesto por natureza. Levir disse isso outro dia, não está errado, por mais doloroso que seja ouvir isso.

Dos 49 mil ingressos vendidos para Flamengo x Vasco na Copa do Brasil, por exemplo, 65% deles foram meia entrada.

Você entra no cinema com meia entrada e ninguém te pede identificação. É o valor oficial do evento. Metade do que se anuncia, porque você é estudante.

E se você não for? É otário. Porque basta querer não pagar inteira e você não paga.

Porque essa lei idiota não dá (se é que faz algum sentido a pessoa pagar meia porque estuda) essa vantagem por idade? Simples. Até 12 anos paga meia. Até 18 paga com 30% de desconto. E depois disso você vira homem e trabalha pra pagar seu ingresso.

Assim os ingressos podem custar o quanto valem e não se camuflar do dobro do valor pra compensar a lei estúpida que dá a todo e qualquer sujeito o  “beneficio” da meia entrada.

Mas não vamos brigar por isso. Afinal, somos parte do esquema. E como sempre digo, brasileiro não quer o fim do esquema, quer sempre estar nele. Ou, de fora, chama-lo de absurdo.

abs,
RicaPerrone

Comentários