Home » Futebol » Clubes » Flamengo » O Mengão da nação

O Mengão da nação

leftNos braços da torcida, que já comprou todos os ingressos para o próximo domingo sem saber o que aconteceria ontem, o Flamengo segue sua recuperação fantástica no Brasileirão e melhor: Mostrando amadurecimento.

O time foi a Recife, segurou o Náutico, não deixou de agredir, criou chances e fez 2×0 sem deixar, em momento algum, que o jogo se transformasse num drama, o que favoreceria o time local. Vitória madura, de quem sabe o que quer no campeonato.

O esquema do Andrade é muito simples e competente. O Zé Roberto e o Adriano prendem a zaga adversária e no mínimo um dos laterais. Portanto, quando o adversário vem pra cima, vem sempre com um lado apenas do campo. Repare: Ninguém tem invertido bolas contra o Flamengo.

Williams e Airton correm muito, dão uma segurança pro Pet ter que correr menos, e que zaga fica só com 3 plantados com Zé, Pet e Adriano soltos?

É aquela famosa historia: Tem treinador que prefere recuar 5 pra marcar o rival. Outros adiantam 3 pro rival não vir, e ainda correm o risco de marcar gols. Covarde o primeiro, inteligente o segundo.

Andrade tem sido o segundo caso.

O arbitro do jogo não cometeu erros graves. Ou melhor, quase cometeu ao fazer aquele nhe nhe nhe todo por causa de um gol claramente impedido do Náutico.

O Flamengo, amadurecido pela base mantida em 4 anos, consegue jogar sem desespero, esperando a hora certa, agredindo e defendendo com algum equilibrio, coisa que sempre faltou nos útlimos anos.

Quem sabe agora?

É, sem dúvida alguma, e sem muito argumento contrário, o time que melhor joga futebol entre os favoritos. Logo, merece estar na condição que está.

A torcida promete um show no próximo final de semana. Vale a pena ir ao Maracanã.

abs,
RicaPerrone