Home » + Chamada » O lance do jogo

O lance do jogo

Botafogo e Flamengo fizeram um jogo movimentado.  Mas não muito bom.  Os dois times sem os articuladores, um deles mais cansado, nada muito imprevisível.  Mas algo nos 90 minutos sem gols me chamou muito atenção.

O menino tem 16 anos e é avaliado todo dia por “novo Negueba” ou “novo Neymar”.  Deve ser um inferno. Ele é um garotinho, talvez ainda coma danoninho. Foda-se, eu também como. Péssimo exemplo. Segue.

Vinicius tem nas costas a pressão que não merecia. Mas ganhou, mesmo sem idade pra isso e impossível maturidade pra tanto. E entre ser Negueba e Neymar, o garoto é chamado pela torcida e entra em campo pela terceira vez.

Ele dribla, chuta, arrrisca, perde a bola, vira pra torcida e chama com os braços.  “Vamo Porra!”.

Que isso, moleque? Ontem era Patati Patatá e agora é “vamo porra” pra nação?

Gostei. Gostamos.

Talvez porque futebol seja óbvio que ele tenha. O que nunca é óbvio quando falamos de um garoto é se ele terá a inteligência de saber que é uma maquete, não uma obra pronta.  Saber que estar ali sendo comparado com os fracassados e vitoriosos não fará dele ninguém, a não ser que ele se preste a ser “novo porra nenhuma”. Eu sou o Vinicius.

E assim, quem sabe, teremos algo de fato “novo”.

Talento tem de sobra. Personalidade, pelo jeito, idem.  Vai errar, porque erramos com 50, imagine com 16.

Mas enquanto olhar pra frente e não de queixo colado no peito, acharei que o Real fez um ótimo negócio.

abs,
RicaPerrone