Home » + Chamada » O imaginário do torcedor x realidade

O imaginário do torcedor x realidade

Uma das coisas mais divertidas do futebol é ver o quanto o torcedor gosta de esperar algo pouco provável pra que ele mesmo se frustre em seguida.

Há um ano os atleticanos ficaram putos comigo porque disse que o Pratto “não era craque”, embora fosse muito bom jogador.  Na época, ainda antes de estrear, eles não esperavam o Romário. Mas queriam esperar.

Hoje, quando a novela Federico Mancuello termina, o rubro-negro desafia os fatos e espera de Mancuello um craque capaz de carregar o time em 2016.

Frederico não é um garoto de 18 anos e embora tenha jogado no Independiente, time grande da Argentina, ele nunca jogou uma Libertadores, tem quase 27 anos e não é uma figura comum na seleção argentina.

Ou seja, não se trata de um craque.

Trata-se de um volante/meia na função “Elias”. Nem muito marcador, nem muito ofensivo. Um meia que volta e ajuda na criação, moderno, bom jogador, mas que não será o que muitos rubro negros esperam dele.

Acho que o Flamengo é o clube que mais frustra torcedores em relação a reforços ao longo da história. Uma dose porque é megalomaníaco por natureza, outra porque o torcedor rubro-negro procura um Zico em qualquer Iranildo. E não terá.

Federico Mancuello é um bom reforço. Ponto.

O Flamengo continua carente em diversas posições, não tem ainda um time de alto nível e não pode cravar neste argentino sua certeza de ter resolvido o problema do setor. Embora seja uma boa aposta, é uma aposta.

Não haverá novo Zico, nem novo Andrade, Adílio ou Petkovic.  Espere de Federico Mancuello o que ele pode te dar. Se der a mais, ótimo! Mas não o force a ser um fracasso por expectativas exageradas.

abs,
RicaPerrone

Comentários