Home » Futebol » Clubes » Corinthians » O ego acima do clube

O ego acima do clube

Juvenal e Andres são amigos. São Paulo e Corinthians, através de suas diretorias atuais, não. Caberia ao torcedor ser “inimigo”, ao dirigente, apenas rival. Mas como dirigente e torcedor no Brasil tem quase a mesma dose de inteligência na hora de ponderar situações, a relação é quase a mesma.

Juvenal corta estádio, o Andres briga e faz birrinha. Não jogam mais no Morumbi. Por isso, birrentos e pouco inteligentes, perderam 8 milhões de reais em apenas uma competição.

Por continuarem de nhe-nhe-nhe, perderam ótima chance de compor um grupo forte em busca de melhores cotas de TV, etc, etc, etc. Cada um pra um lado, azar do futebol, azar dos 2.

Andres tem dado um baile político no Juvenal nos últimos anos e isso é bastante claro.  Tão claro que o Juvenal está buscando qualquer motivo pra dar o troco no rival.

A briguinha já está num estágio onde o ego dos dois é maior que o clube.

O Tricolor, que não fazia loucuras e que não vendia camisa pra mais de 2 patrocinadores, nem vendia por jogo, agora faz tudo isso. O Timão, que não tinha CT, agora tem, e acha relevante ter.

Os dois se alfinetam o tempo todo. Os torcedores entram na onda, e até o ponto de ser gozação, acho legal. Quando passa a ser prejuízo, acho burrice.

Adriano será apresentado na mesma hora que Luis Fabiano. E eu pergunto: Pra que?

Se o São Paulo marcou a apresentação do sujeito, deixa ele fazer. Outro dia o Corinthians faz a dele e os dois terão 100% da mídia naquele dia.

Mas não. Os amadores preferem ter 50% só por birrinha, ao invés de pensar no seu.

É mais importante cutucar o rival do que ganhar dinheiro. E essa mentalidade acaba com o futebol por aqui.

Hoje, em Barueri, é capaz do São Paulo preferir ver o Rogério fazer o gol 100 num rival, longe de casa, sem festa, sem poder parar o jogo e fazer as devidas homenagens do que no Morumbi daqui uma semana, onde ele pode meter 70 mil, encher o cofre e ainda dar ao Ceni o que ele merece.

Terça-feira o Andres resolveu rachar a imprensa com o Juvenal. E vai ganhar, sem notar que perdeu.

Claro que o Luis Fabiano atrai menos mídia que o Adriano. O segundo é mais polêmico, além de ser mais jogador também. E o Corinthians, obviamente, vende mais mídia que o São Paulo. Portanto, se a intenção do Andres era “diminuir” a euforia em cima do Fabuloso, conseguiu.

Mas a intenção deveria ser ter 100% da mídia dele um dia, deixar pro SPFC no outro, onde o campeonato ganha e, naturalmente, ganham todos.

Mas não pensam assim. Aliás, raramente pensam. Só torcem, só que de gravata.

abs,
RicaPerrone