Home » + Chamada » O dia seguinte

O dia seguinte

Nada no Vasco tem me incomodado mais do que o dia seguinte as derrotas.  Hoje é domingo, dia 6 de setembro, e o Vasco perdeu mais uma ontem a noite.

Sabe o que aconteceu? Nada.

Você tem a nítida impressão que o presidente vá pedir pra sair, que o técnico vai tentar mudar 9 titulares, que alguns jogadores serão dispensados, que a torcida fará um protesto de peso e…. nada.

Você olha pro Maracanã e não vê ninguém.

Nas ruas você pergunta pros vascaínos e nem eles tem uma idéia apaixonada e maluca de como reverter o quadro. Jogaram a toalha, e pior, não só pro Brasileirão. Pro clube a curto prazo.

Hoje é domingo, e Jorginho elogia o time e vê “melhoras” do 6×0 pro Inter. Pudera, se não melhorar daquilo toma de quanto? Oito?

O dia seguinte é mais triste e funebre do que os gols sofridos, a melancólica arquibancada e o clima de “já era” que ninguém quer assumir.

Morre atirando, Vasco. Pelo menos isso…

abs,
RicaPerrone

Comentários