Home » Futebol » Clubes » Flamengo » O desprezado filho à casa torna

O desprezado filho à casa torna

Adriano, o Imperador, chega hoje com festa na Gávea.  E merece, pois é um jogador diferenciado, cria da casa, flamenguista, resolve jogos, enfim… 

O que vai ficar pra história é o dia em que o pequeno Adriano, revelado ali na Gávea, voltou para seu time de infancia. O clube que o revelou, dirão.

Eu vou além: A volta do Adriano é um tapa na cara de alguns dirigentes do Flamengo.  Assim como o Reinaldo, Ibson, entre tantos outros que o Flamengo vende a 2 pra valerem 10 semanas depois e uns 40 em 2 anos. 

O negócio envolvendo Adriano foi o mais ridículo da história recente do futebol. Adriano e Reinaldo mais 5 milhões pelo Vampeta… é piada, só pode. Mas, fizeram! 

Hoje o menino que saiu como moeda de troca, valendo nem meio Vampeta já com idade, volta para a alegria de milhões. Milhões que o Flamengo deixou de ganhar, diga-se, porque não tem paciencia e vive precisando tapar buraco.

Que faça um campeonato monstruoso e se recupere. Conheci e convivi um pouco com ele no SPFC. É um menino, um garotão.  Sorriso de moleque, jeito de moleque, não é a toa que quer empinar pipa na favela.

Um cara que sofre por não ser mais um garoto comum, pasmem. O que muitos sonham, Adriano despreza. 

Um baita jogador, que assim como Ronaldo, tenho certeza, vai desequilibrar muita coisa a favor do Mengão.

Boa sorte, Adriano!

E pensa bem quando for vender o Airton a troco de banana, diretoria…

abs,
RicaPerrone