Home » + Chamada » O buraco continua

O buraco continua

Muda o treinador, o time, a sorte, o mando de campo e o problema segue o mesmo.  Troca lateral, improvisa outro, contrata atacante e…. nada.

O Flamengo fez hoje no Maracanã seu “menos pior” jogo no Brasileirão. E perdeu pro Figueirense em casa, inclusive porque o adversário foi muito organizado, não se desesperou e teve muito mérito no segundo tempo.

Mas, voltando ao Flamengo, quero exemplificar com um desenho. Aliás, dois.  São momentos distintos da partida, com e sem Alan Patrick, o que mostra não ser exatamente ele a diferença.

Primeiro tempo
Primeiro tempo
Após Alan Patrick
Após Alan Patrick

Deu pra notar? Não acontece NADA entre o circulo central e a meia lua da área adversária.

Todas as jogadas do Flamengo são direcionada para um dos lados. Ok! Legal! E aí, dando certo, eles cruzam! E não tem centroavante em campo.

Com toda a insistência neste problema que é mais de elenco do que tático, o Cristovão ainda vai e saca o cara que é o unico articulador do time. Aí…

Mas não me desesperaria. Porque se hoje o resultado foi ruim, achei que os dois laterais foram bem, o time fez um bom primeiro tempo e esteve muito mais consistente do que vinha sendo.  Se desesperou, não conseguiu lidar com o empate. Piorou.

Perdeu.

abs,
RicaPerrone

 

Comentários