Home » + Chamada » Nunca o contrário

Nunca o contrário

Assisti Atlético MG e Ponte hoje com aquela certeza irritante de que os 2×0 construídos com um futebol convincente e de forma bem imponente não cabiam a quem os fez.

Embora melhor em campo, em boa fase e em casa, a Ponte Preta é sempre a Ponte Preta, o Galo sempre o Galo.  As vezes a gente esquece e, durante um jogo, aceitamos que “as coisas mudaram muito”.

Acho que desde o momento em que o Galo achou o 2×1, todas as pessoas que esqueceram a discrepância de peso nos trajes tiveram que procurar desculpas para explicar o óbvio que viria a seguir.

O Atlético empataria. Como empatou.

Poucas vezes vi um gol que deixasse o segundo tão óbvio.  O Atlético se classificou quando fez o 2×1. O gol de Robinho era mais previsível que o mau futebol coletivo do Galo de Marcello Oliveira.

O Atlético é um time que tem o imponderável a seu favor. Ou, o talento. Como preferirem.

Sabe aqueles times que não precisam de treinador? Então.  Tá aí a prova.

abs,
RicaPerrone

Comentários