Home » + Chamada » Nosso futebol, nossos meninos

Nosso futebol, nossos meninos

Talvez a imagem da derrota no fim seja para alguns uma mensagem de que “erramos” e por isso perdemos o jogo.  A derrota de ontem, pra mim, não diz nada. O fato de termos ficado tristes e não putos com ela no final diz.

O treinador chegou ontem, não fez nenhum milagre tático. Mas deve ter dado, em algum momento, liberdade para estes garotos serem brasileiros.

Do primeiro ao último minuto, a bola era nossa. Quando nos pés, dançamos, driblamos, apostamos na qualidade. Quando sem ela, fomos busca-la.  Mas o tempo todo fomos “Brasil”. O dono do espetáculo. O protagonista. O talentoso. O imarcável.

A bola as vezes entra, as vezes não. É a graça do futebol.

Ontem não quis entrar. Pouco importa. Mais do que Jesus, Andreas, Jorge e Marlon, fomos dormir sabendo que, de amarelo, no talento, sem copiar ninguém, ainda somos os donos do jogo.

Basta querer e entender isso.

Obrigado, meninos! Nós estamos tristes, não putos e nem com raiva. E isso é um troféu que raros times não vencedores conseguiram levar.

abs,
RicaPerrone

Comentários