Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Normal. Ou quase normal…

Normal. Ou quase normal…

samir_wallace_efe_15

Caro Amaral,

Sei que és garoto, que não está acostumado e que pode cometer erros.  Sei que se arrependeu.  Sei que você também sabe que o placar de hoje é culpa sua.

Não sei, porém, o que te deu na cabeça quando olhou pra aquele mexicano e pensou que era argentino.  Se fosse, saberia em 2 minutos, pois teria fechado o tempo e ido 4 pro chuveiro junto com você, dois de cada lado.

Infelizmente não era.

Sei o quanto você torceu pelo empate lá do vestiário esperando pra saber se seria vilão ou apenas um rapaz que cometeu um erro bobo. Taí, vilão.

A Libertadores é um torneio cafajeste. Ele te insinua ser sobre futebol, mas não é. Diz que é guerra e quando você entra nesse espírito, te expulsam.  É mesmo complicado.

Hoje você aprendeu que da cintura pra baixo não é tudo canela. E que quando for, vai ter que ser mais discreto.

E não vou mentir, não. Uma hora você vai ter que enfiar a porrada pra conseguir ganhar o jogo.  Mas essa hora não chegou, nem passou perto.

Nos próximos dias você será o anti-cristo rubro-negro, o culpado por todos os problemas de alguns milhões de pessoas. Como já foi, um dia, a razão da alegria delas.

Pouco importa.

Importa mesmo é saber expor ao time neste momento o que é guerra e o que não é. O Flamengo nunca soube jogar a Libertadores.  E não é necessariamente um novato nela.

Você é.

Aprenda mais rápido que o clube.  Libertadores se ganha com a cabeça e com os cotovelos.  Ambos sem que ninguém note.

Especialmente a parte dos cotovelos.

abs,
RicaPerrone

Comentários