Home » Futebol » Botafogo » Não pode

Não pode

Todo gol da história do futebol brasileiro que não tenha partido de uma bola parada foi seguido de um “não pode tomar um gol desses”.  Simplesmente porque pro torcedor de um time só há uma equipe em campo, um lado a ser atacado e nenhum a ser defendido.

É instinto. Só olhamos pro nosso time. Nunca pensamos que a defesa adversária “não podia ter tomado aquele gol nosso”. Mas nunca perdoamos um gol deles sem achar que “não podia tomar um gol desses”.

O Botafogo faz 1×0 num dos jogos mais dificeis que terá no ano. E o Inter ataca, empurra o jogo pra frente até fazer o gol de empate. De falta, pode.

1 minuto depois, numa vacilada coletiva somada a uma esperteza do mesmo nível, o Inter vira.

E aí, sabemos. “Não pode tomar uma virada num jogo desses”.

E, claro. “Não pode tomar um gol desses”.

E vem o segundo tempo, o Botafogo faz o que fazia o Inter, que agora faz o que fazia o Botafogo.

Gol de empate, mas “não pode cometer um penalti desses”.

E aí o Vitinho faz o que poucos fazem. E mesmo assim, “não pode tomar uma virada dessas”.

Festa no Maracanã. O “campeão voltou”.

Corre, prende, segura!  Dá seu jeito. Mas “não pode tomar o empate no fim”.

E, óbvio, tomou.

E aí o que “não podia tomar a virada” acha maravilhoso “buscar o empate”. E o que virou, lamenta “ter tomado um gol desses”.

No fim, um sai líder e o outro tendo empatado com o líder aos 49.

E acredite. Sairam reclamando.

Afinal, “não pode não ganhar um jogo desses”.

Né?

abs,
RicaPerrone