Home » Futebol » Seleção » Não foi dessa vez

Não foi dessa vez

O tão esperado dia chegou. Ricardo Teixeira chamou a “turma toda” e discutiu o que fazer. De lá sairam presidentes de todas as federações, eleitos pelo seu clube, e decidiram que ele fica.

Ele fica porque não há nada muito melhor pra entrar ali. Se você pensa que sai o Teixeira e vem um Zico… vai brincar de Lego. Você não tem noção do que está falando.

A CBF é privada, e como tal, não é da nossa conta. Por ser assim, insisto há anos que devemos trata-la como algo menor, aceito pelos clubes e não um câncer sem cura.

Câncer são os clubes, que aceitam. A CBF, o Teixeira e a porra toda que vem com eles é só metastase.

Era o momento da Liga. Mas não dá pra pensar nisso quando, em pleno ano de 2012, vemos um ditador ignorar o que escreveu no passado em troca de uma taça de bolinhas.  Se é nas mãos destes caras que vamos confiar uma Liga, sinceramente, que diferença faz o Teixeira ou um Juvenal?

Que diferença faz o que aparece daquele que dá cobertura pra ele? O eleito ou os eleitores, o que é pior?

Onde está de fato o problema?

Vai sair o Teixeira, entra o que escondeu a medalha, ou o filho do Sarney. Mas não vai sair muito disso. É o que você pretende? Não, então, qualé a euforia com a data?

Se entrar o Andres vão dizer que ele não pode porque “suspeitam que…” bla bla bla bla. Se for o filho do Sarney, coitado, não pode nem espirrar que já está sob suspeita. E se for o que “roubou medalha”, já entra com fama.

Deu pra pegar agora?

O que estão pedindo e protestando no twitter há mais de um ano é merda. #ForaTeixeira é papinho, é protestinho, barulhinho.

“Fora” não determina mudança alguma.  Pede a liga, torcedor! Pede o Zico, pede o Leonardo. Seja claro em seu pedido. Se você gritar que “não quero Brócolis˜, ok! Eles vão trazer Giló e não estará sendo contra o pedido, afinal, você só disse que não queria Brócolis.

Nossa briga é vazia. Nossa indignação é burra, no alvo errado, sem sentido. “Investiguem a CBF”, gritam os intelectuais. Mas que porra de investigar CBF? Ela não é orgão publico, não é da minha conta. Se tiver alguém roubando lá, e deve ter, será menos do que no seu clube, pode ter absoluta certeza disso.

O que vai mudar com presidente da CBF? Ele cuida da seleção, só mete um calendário e dane-se os clubes. Vivem de favores entre Federações, um calendário idiota em troca de voto. O que muda? Se o próximo não fizer, não será reeleito. Nao adianta nada.

O sistema tá errado. Não adianta trocar o comandante dele. É preciso trocar o sistema todo.

Liga! Clubes no poder! Cobrança em nossos presidentes de clube e não no Teixeira e na CBF.

Entendam de uma vez por todas: Se os 12 quiserem, mandam pintar o gramado de amarelo com bolinhas rosas. Pode chorar a federação que quiser, o dirigente que for. Se os 12 disserem que será Liga, com CBF fora da parada e que se não toparem eles jogam um torneio entre si, dará mais ibope que o Brasileirão.

Falta coragem, falta dirigente sem rabo preso, falta vontade e falta cobrança.

Mais um ano em cima do Teixeira, e nada.

Vamos experimentar cobrar que o Juvenal sente na mesa com Palmeiras e Corinthians e discutam algo sério? Vamos pensar no crescimento do futebol brasileiro e não na birrinha idiota de quem joga ou não no Morumbi?

Dá pra esquecer Thiago Neves e sentar no Rio pra acabar com os estaduais toscos?

Não dá. Então… vamos continuar falando pro povo que o Teixeira é o vilão e que sem ele  tudo melhora.

Quando na verdade… é capaz até de piorar.

abs,
RicaPerrone