Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » Não deu…

Não deu…

Menos mal a reação após o jogo. Vi muito mais gente triste do que revoltada, o que indica não ter acontecido nenhum “fiasco”. Quando sentimos raiva, é porque algo alem do resultado é inaceitavel. Desta vez, convenhamos, não é o caso.

Estou triste, como todos vocês. E qualquer coisa que eu diga agora vai ser pouco racional.  Mas acho que esta Copa nos ensina muita coisa.

A primeira delas é que não adianta achar um vilão. Não foi o Dunga, nem mesmo o Felipe Melo. Erraram, como todos erraram, inclusive muitos de nós em avaliar alguns jogadores absolutos.

Falta alguém que chame o jogo. O Brasil tem uma geração de crias europeias que alem de jogarem menos do que o nosso futebol exige, tambem não sabem liderar.

Temos no Lucio o exemplo do que nao temos na frente. E nao é questão de escolha, pois não há no futebol brasileiro este jogador. Alguem que pede a bola, que acalma o time, que prende, resolve sozinho.

Não é o Kaká, nunca foi, nunca será. Luis e Robinho faltaram após o gol holandes. Um gol de sorte, diga-se.

A arbitragem fez diferença hoje tambem. Deixou de dar diversas faltas, um penalti que poderia resultar num 2×0 irreversivel. Mas, entre todos os detalhes, o gol sem querer da Holanda e as mil criticas que a seleção receberá, fico apenas com uma: A falta do cara.

E não lamento pelo Dunga, pois era o mesmo treinador do puta primeiro tempo que fizemos. Algo aconteceu, este time voltou outro. Quando levamos o gol, sentimos nao apenas o peso mas tambem a falta de alguem pra ser “o cara”.

Acho injusto pra cacete vir aqui agora e despejar a porrada em alguem. Nós fizemos uma copa razoável, aceitavel, muito melhor que em 2006. Perdemos porque encontramos um adversário que soube aproveitar as chances que tiveram e até as que nem criaram.

Nós, perdidos e nervosos, não soubemos.

A expulsão do Felipe merece criticas, é claro. Foi moleque, desleal, violento. Mas tanto quanto ele, a apatia de alguns jogadores por não aguentarem a pressão de estarem perdendo o jogo.

Pra mim a derrota é parte erro nosso, parte do juiz, parte da Holanda, parte da sorte. É o futebol. E hoje, ninguem discute, tinhamos tudo pra sair do primeiro tempo com 3×0 dando olé.

Não entrou, o penalti nao foi marcado, e por 45 minutos ruins, a Copa acabou pra nós.

Fico triste como todos vocês. Vou comer o pior churrasco da minha vida agora. Mas… é assim mesmo.

Saber ganhar nós sempre soubemos, pois jamais nos tornamos arrogantes e odiados por isso. Ao contrário, todos nos admiram..

Tá na hora de aprender a perder também.

Mais tarde escrevo mais. Aqui, com 20 pessoas, vi lágrimas e nenhuma revolta. O que me conforta muito, pois a dor é parte do jogo, a revolta não.

Valeu! Daqui 4 anos a gente tira esse nó da garganta.

Pra quem torceu com a maioria, valeu!!! E pra quem torceu contra, delicie-se. Vai durar pouco…

abs,
RicaPerrone