Home » Futebol » Clubes » Flamengo » Nada a declarar

Nada a declarar

Centenas de mensagens no twitter e e-mails de rubro-negros pedindo: “Rica, fale do Joel! Fale do Flamengo ontem!”.

O que vocês querem que eu diga?

Que jogar com 3,5 volantes é um absurdo (Renato nao é meia nem volante)? Que o time depende de um cara que não tá afim de nada? Que não tem como equilibrar um time que não tem defesa?

Que enquanto houver dívidas não dá pra cobrar grande comprometimento?

Que o Luxa não era o culpado pelo time jogar daquela forma e “quando queria”?

Eu já falei isso aqui 200 vezes, passei o ano ouvindo que eu “estava defendendo o Luxemburgo”. Então, o papai Joel ta aí. E o time recuou ainda mais, joga ainda menos.

Não era o técnico o problema? Então… Pode deixar, ele vai resolver tudo. Vai pagar salário, contratar beque, fazer pipoca voltar a ser milho, etc, etc, etc.

Não se iludam, rubro-negros. O time é bom sim, pode e deve crescer durante o ano. Mas ninguém vai fazer milagre.

O problema era o Luxa com 2,5 volantes? Então, agora são 3,5.

Não parecia que “livre do técnico” uns e outros iam começar a render? Então… cadê? A mãozinha na cintura do “craquinho” não mudou, nem vai mudar.

Ele não quer saber o que você acha, o que o time precisa, o quanto é importante pro grupo, etc.

Ele é o líder do elenco, o capitão. E dele sai o claro exemplo de que o importante é cair no samba.

Jogar bola? Se der.

O problema se resolve com atitude. E convenhamos que a atitude de assumir o salário do “craquinho” foi brincadeira pra um time que deve, né?  Quer que técnico dê jeito nessa zona?

Tudo que eu disser é repeteco do que digo há meses e, para muitos, eu estava “defendendo o Luxemburgo”.

Então…

abs,
RicaPerrone