Home » Futebol » Clubes » Cruzeiro » Na pressão!

Na pressão!

O Flamengo não sabe lidar com algumas situações. Uma delas, talvez a mais clara, é a de “favorito”.  Neste brasileirão, especialmente com este elenco, o time não sabe lidar com a idéia de ser primeiro vencedor e depois dar baile. As vezes ele tenta ir pro baile sem sequer ter o placar, e é quando se quebra.

Blindados por Luxa, o técnico para-raios, é fácil se acomodar ou se omitir. Falta a este Flamengo um líder em campo. E se não existe ali, que venha de fora.  Participem!

Este time tem tendência natural a se acomodar. Ele joga quando quer, reage quando cobrado e isso é bem claro quando puxamos estatísticas do Fla contra grandes e contra pequenos no campeonato.

Perdeu pro Ceará porque era campeão carioca. Se fosse o Grêmio e não o Ceará, tinha se classificado.

E domingo, quando um monte de gente creditou a virada do Grêmio ao técnico, foi mais um exemplo claro de que este time não sabe quando “já ganhou” ou quando pode, de fato, começar a tentar fazer gracinha.

Hoje, casa cheia, início comum. Criava pouco, torcida com medo, Cruzeiro 1×0.

Não jogava mal, nem bem. E é esse o problema.

O Flamengo é um time que não se cobra porque não tem, em campo, alguém que fale. Não sendo ridículo, tudo bem. Se perder, culpa do Luxa. Se ganhar, “somos os donos do mundo”.

Não são.

É um time capaz de brilhar, desde que queira e esteja focado nisso.

Porque o Flamengo virou hoje?

Porque vocês, torcedores, fizeram o que o time não tem alguém pra fazer: Inflamaram o jogo.

Esqueçam o Ronaldinho em jogos decisivos. Ele some. Só aparece, quando aparece, por técnica, jamais por postura de lider.

A bola pode vir nele e sair um golaço. Ele é craque. O que você dificilmente verá é seu bracinho levantado pedindo a bola num 1×0 contra num jogo decisivo. Ronaldinho é daquela espécie complicada onde sobra técnica, falta personalidade.

Quem pode cobrar e AJUDAR o Luxemburgo a fazer este time não parar é a torcida.

Só ela consegue deixar este time ligado o tempo todo, ou pelo menos enquanto é necessário.

Domingo eles sentaram num resultado, não por mudanças táticas, mas por soberba.

Hoje, ardeu. Quando teve o pênalti contra, seria 2×0. O Flamengo morreria ali. Não saberia reagir diante da torcida cobrando e com placar contrário.

Quando o Cruzeiro perdeu o pênalti a torcida inflamou A FAVOR do time. E aí, sabemos desde 1895, a coisa muda.

Sim, vocês tem um time tão talentoso quanto fanfarrão. Time que gosta de festinha, balada, oba-oba.

Problema deles.

Desde que em campo não seja desta forma.

Tem sido, muitas vezes.

O Flamengo não sabe viver sem pressão.

Cobrem, apoiem, mas estejam com eles.

Flamengo em estádio vazio não é Flamengo.

Flamengo decidindo título sem pressão não é Flamengo.

E como diria alguém que conhecemos, “Flamengo é Flamengo”.

Então que assim seja, da geral ao centroavante.

Sem eles nunca deu certo. Não dará agora.

Pulso Forte

abs,
RicaPerrone