Home » Futebol » Clubes » Fluminense » Muricystica derrota

Muricystica derrota

O Fluminense foi ao Uruguai fazer tudo aquilo que seu técnico anterior não suportava. Mandou no jogo, controlou a partida, tocou a bola, buscou agredir o adversário e se postou como “o grande” em campo.

Quis o destino que o Nacional se postasse como adoraria o ex-técnico tricolor. Parado, fingindo de morto e esperando um mísero lance pra fazer o gol e disfrutar do contra-ataque em seguida.

Foram 45 minutos onde o Nacional não viu a cor da bola. O Flu falhou em não arriscar, não finalizar. Esperou demais o lance perfeito e sentiu-se acomodado com a postura dos uruguaios.

Parecia questão de tempo. Mas não era.

Faz parte do jogo e o mesmo método aplicado no returno do Brasileirão 2010 pra ser campeão hoje se voltou contra o Tricolor.

O pânico que bateu no time depois dos 2 gols do Nacional é razoavelmente compreensível. Assim como o torcedor, eles sabiam que ali um projeto podia e provavelmente estaria indo por água baixo.

Não está eliminado ainda, mas…. sabemos o quanto complicou.

Seja como for, não foi hoje, diante de um tradicional time uruguaio, fora de casa, que o Flu se complicou na Libertadores.

Foi em casa, quando se postou como covarde e não venceu o que tinha que vencer. 4 pontinhos que hoje dariam enorme tranquilidade.

Uma pena. Hoje não merecia perder.

Mas é o futebol atual. Criticado agora, usado em 2010 pra ser campeão.

abs,
RicaPerrone