Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » Muricy é seleção

Muricy é seleção

Pronto. Depois de anos e anos buscando o futebol europeu, conseguimos chegar. Agora, além de só analisarmos resultado, ignorarmos nossas raizes e exaltas apenas o 1×0, resolvemos escolher para técnico do Brasil, no momento mais importante da história da seleção, um cara que odeia futebol.

Não comparem com Dunga. Quando foi chamado, ninguém sabia a filosofia de jogo do treinador, até porque ele não era treinador. Era uma aposta. Muricy é uma certeza.

Certeza de que o time ficará na defesa. Certeza de que terá dificuldade em agredir quando o rival se postar na defesa. Certeza que viveremos de bola parada. Certeza que o futebol não será bonito.

Certeza de teimosias e convocações absurdas. Certeza de problemas com a imprensa.

A única incerteza é o resultado, pois Muricy tem o dom de vencer jogos por 1×0 e conseguir o objetivo dele. Só que na seleção se cobra algo mais, e não é muito inteligente colocar um técnico que joga feio numa copa em casa.

A cobrança será grande, Muricy não sabe ser cobrado.

Eu custo a entender como um país que tem Felipão, que já disse sonhar com a Copa de 2014, tem a coragem de optar por outra coisa.

Muricy é campeão brasileiro, como o Ricardo gomes quase foi. Pontos corridos é campeonato de estratégia e estrutura, tudo que não vale picas na Copa.

Copa é mata-mata, torneio que Muricy costuma ser péssimo. Aliás, tudo que a seleção disputa nos próximos 4 anos é mata-mata, já que não jogaremos eliminatórias.

Eu entendo que os resultados do cara lhe credenciem a estar lá. Porém, como sempre digo, tem que se analisar o trabalho, não apenas o resultado final.

Muricy repete o mesmo jogo há 6 anos. Só deu certo no São Paulo, onde em pontos corridos até Rojas e Oswaldo deram certo.

O Brasil precisa de “algo mais”. E ao contrário do Dunga, que era aposta, o Muricy é certeza.

Mas não. Eu não serei traira de torcer contra, muito pelo contrário.  Não suporto o Muricy como treinador, assim como Parreira e outros que optam meramente pelo resultado.

O que não implica em torcer contra meu país, jamais.

Ao contrário, desejo toda sorte do mundo pro Muricy, pois sonho desde pequeno em ver o Brasil campeão em casa. É a minha única chance de ver este sonho realizado, já que não estarei vivo pra ver a próxima aqui.

Enfim, achei horrível a escolha. Até incoerente.

Pedem um futebol mais bonito, ofensivo, um técnico menos mal criado, uma relação melhor com a imprensa e chamam o Muricy?????

Sem contar que o Parreira pode ser coordenador. Ou seja, vamos juntar na seleção brasileira o que há de menos brasileiro no nosso futebol. É inacreditável!

Mas, se assim será, desejo sorte a ele. Aliás, a nós.

E acreditem: Precisaremos.

abs,
RicaPerrone