Home » Futebol » Clubes » Corinthians » “Moleque atrevido”

“Moleque atrevido”

Ronaldo pede respeito. Se emociona, diz que não merece nada disso, que o exagero é um desrespeito. Alguns zombam, outros concordam. Eu tô na turma dos que concordam, integralmente.

Quando uma pessoa atinge o status de “diferente”, assim merece ser tratada. Ronaldo não caiu de para-quedas, não foi “sortudo” na vida, e nos deu muita alegria. É um dos sujeitos que melhor honrou a camisa brasileira pelo mundo, um dos maiores ídolos que tivemos, e merece SIM um tratamento menos “marrento” por parte da imprensa e alguns torcedores rivais.

Não vejo mal algum em dizer que ele está fora de forma, pois está. Mas, diante de dados confirmados que o sujeito é um dos mais treina lá, é pra se pensar se o metabolismo do cara permite que, aos 32 anos, ele volte a ser fininho.

Eu fico pensando na parte lógica da coisa: Se o cara tem uma tendencia absurda pra engordar, como tinha o Neto e como tem outros diversos jogadores, é natural e humano que vá ficando cada vez mais dificil ao longo dos anos.

É natural que sua carga de esforço tenha que ser mais forte para que ele mantenha a forma. Como é ainda mais natural entender que um sujeito com os diversos problemas físicos que ele já apresentou não possa ir ao limite nos treinos, simplesmente porque ele se arrebenta se for.

Assim sendo, é mais difícil pro Ronaldo do que pra maioria manter um peso aceitável.

Em campo, neste ano, não conseguiu ser Ronaldo. Mas, ano passado foi, a vida toda foi. Uma hora ele vai “acabar”, e isso não é demérito pra ninguem.

Acho, também, que sua realação com a torcida do Flamengo é tão justificavel quanto exagerada. Ninguém sabe se ele realmente ficou sem proposta do clube, porque não ficou lá, etc, etc, etc. Só ele e o ex-presidente podem dizer isso, e cada um diz uma coisa.

Claro, qualquer torcedor do Flamengo ficaria chateado em sonhar ver Ronaldo com sua camisa e acordar com Denis Marques. É natural. Como todo corintiano, fã ou não do Ronaldo, sente-se honrado em ver um sujeito desta grandeza vestir a camisa do Timão.

Ronaldo vive dias do que é ser brasileiro.

Se dá certo, é Deus. Se dá errado, é um merda.

Os extremos vivem perto por aqui. E nem acho que seja um crime, é apenas nossa cultura.

O problema é que existem pessoas e pessoas. Ronaldo não pode ser avaliado como os demais, e nem sequer ter o mesmo respeito da maioria.

Nos deu uma Copa do mundo. Se fosse em outro lugar, seria Deus. Aqui, é um “ex-jogador” em atividade.

Acho exagerado o deboche. Querem criticar? Critiquem. Ele merece. Mas debochar, humilhar… acho feio. Concordo com ele.

Soa como ingratidão.

Só não esqueçam que este mesmo Ronaldo é aquele cara que já “acabou” pro futebol umas 10 vezes, e levantou em todas elas. Aquele mesmo cara que ganhou copa pra nós, que honrou a camisa do Brasil, que levou nosso nome pelo mundo todo, chegando a ser mais famoso e conhecido do que Jesus Cristo em determinado momento.

Se Ronaldo não tem créditos suficientes para ser tratado como um “rei” em má fase, quem terá?

Mas, não é de se espantar. No Brasil, muitos ficaram questionando a tentativa do Romário em fazer mil gols, ao invés de achar bonito o tamanho de sua conquista.

Aqui é sempre tudo muito azedo. A gente está sempre vendo o lado ruim.

Hoje é dia de ouvir a mídia falar em “seleção do Dunga”. Daqui 2 meses, se ganhar, ” nossa seleção”.

Os azedinhos da mídia são os anti-nelson rodrigues, a geração frustradinha, que morre de inveja dos analfabetos que ganham 200 mil por mes, isso sim.

Ronaldo é um dos casos de maior falta de respeito e ingratidão do futebol brasileiro.

Pior do que ele, só o que fazem com o Zagallo.

Mas, é dar murro em ponta de faca.

abs,
RicaPerrone

Quem foi que falou
Que eu não sou um moleque atrevido
Ganhei minha fama de bamba
No samba de roda
Fico feliz em saber
O que fiz pela música, faça o favor
Respeite quem pode chegar
Onde a gente chegou
Também somos linha de frente
de toda essa história
Nós somos do tempo do samba
Sem grana, sem glória
Não se discute talento
Mas seu argumento, me faça o favor
Respeite quem pode chegar
onde a gente chegou
E a gente chegou muito bem
Sem a desmerecer a ninguém
Enfrentando no peito um certo preconceito
e muito desdém
Hoje em dia é fácil dizer
Que essa música é nossa raiz
Tá chovendo de gente
que fala de samba e não sabe o que diz
por isso vê lá onde pisa
Respeite a camisa que a gente suou
Respeite quem pode chegar onde a gente chegou
E quando pisar no terreiro
Procure primeiro saber quem eu sou
Respeite quem pode chegar onde a gente chegou