Home » Futebol » Clubes » Vasco » Mentira bem contada

Mentira bem contada

Era uma vez um menino de algum talento.  Já integrado no time profissional como um futuro grande jogador, fez com que seu clube o vendesse rapidamente em virtude das inúmeras confusões que arrumava fora de campo.

Ainda nos juniores do SPFC, recebendo salário do clube, fez uma carteirinha de sócio na Gaviões da Fiel, conforme confirma a própria torcida.

Passou por 5 grandes clubes brasileiros, conseguiu chegar ídolo e sair detestado em todos eles.  Foi expulso nas mais diversas oportunidades, já tem 31 anos, não conquistou porra nenhuma e segue sendo tratado como um “fora de série”.

Até é. Pois a maioria dos jogadores não apresenta tão pouco, prejudica tanto seu clube e segue achando meios de se valorizar no mercado.  Kleber jogou ontem sob efeito suspensivo num clube onde acabou de chegar.  No intervalo, agrediu um adversário pela milésima vez na carreira.

Vai desfalcar o time, ganhar salário, arrumar encrenca e sair brigado como sempre saiu.

Por onde passa consegue ser ídolo da organizada, indo a festinhas, fazendo tipo de maloqueiro e ganhando intimidade com os líderes. Com o torcedor comum, porém, Kleber passa longe de ser ídolo.

Sua ida para o Vasco acrescenta tecnicamente num time que não tinha bons atacantes. Agora tem, paga por ele, e não poderá usa-lo. Afinal, pra variar, estará sempre suspenso ou pipocando em um jogo importante qualquer.

Kleber é a mentira mais bem contada da história do futebol brasileiro.

E olha que muito se mente por aqui.

abs,
RicaPerrone

Comentários