Home » + Chamada » Malandro é malandro…

Malandro é malandro…

E você, feliz, é mané.

Mané porque é bobo, ufanista, Pacheco, vive de pão e circo e não enxerga a realidade. Ou pior, não quer enxergar.

Malandro sou eu, com meu ar soberbo de quem vê mais do que você.  De quem não se vende às migalhas da utopia olímpica e de quem não vai passar o sábado vestido de verde amarelo na rua como um babaca esperando um ouro no futebol. Ouro, aliás, de tolo.

Porque pra mim, que sou malandro, nada adianta ganhar um título se por trás dele não houver estrutura e planejamento. Sou assim, não gozo se o teto do motel não for com a iluminação que considero ideal.

Você, bobo, se diverte com qualquer coisa.  Até sorri. Tolinho.

Eu sou malandro. Não esqueci os problemas do Rio de Janeiro para curtir olimpíadas. Não vou a praia sem esquecer que a água é poluída e jamais, mesmo num churrasco, me esqueço do que fizeram com os bois para que pudéssemos comer a picanha.

Malandragem de verdade tenho eu, que não fecho os olhos nem por um minuto. Vocês, sonhadores, gente que ri, que não deseja a Suécia e se contenta com samba e favelado sorrindo, esquecem que a segunda-feira vem aí.

Contas pra pagar, assaltos pra driblar, impostos pra tentar burlar.  E nos últimos 15 dias você esteve aí, sorrindo, feito babaca.

Eu, malandro, fiquei avisando: Vai dar merda… E deu! Mesmo que você não queira reconhecer, é sim uma catástrofe sem tamanho que tenha tido fila na porta de um evento para 100 mil pessoas.  Só aqui mesmo…

Tolos. Brasileirinhos iludidos.

Comemorando cada medalha como se fosse de vocês. Se abraçando com amigos e bebendo pra comemorar o que? Com esse dólar?

A realidade é para os fortes. Vocês, povinho, que se vendem a qualquer ilusão pra ser feliz, não sabem o que é ser feliz de verdade.  E por isso continuarei malandro, você mané!

Enquanto você estará comendo unhas por um time de futebol hoje, eu estarei antecipando meus boletos pra terça-feira, já que absurdamente é feriado numa cidade onde apenas milhões de turistas precisam ir embora no mesmo dia.

Chore aí de emoção com seu país, mané! Eu vou passar férias na África e ver a pobreza de perto. Enquanto você, tolo, vai pra Disney se divertir mesmo nessa vida cruel, neste mundo duro e injusto onde devemos amargurar a vida e esperar pelo câncer que nos findará.

abs,
RicaPerrone, o maior dos Manés!  Vestido de verde amarelo desde cedo, chorando com medalha na canoagem e comendo unhas pelo Maracanã do fim do dia.

Comentários