Home » Futebol » Luxa na corda bamba?

Luxa na corda bamba?

torcida Wanderley Luxemburgo continua em queda de braço no Palmeiras. Organizada de um lado, diretoria no meio, ele de outro. Ganha 500 mil, não os 700 que falaram por ai. Ganha 100 mil a mais que Mano e Muricy ganhavam até semana passada. Nada absurdo, afinal, tem muito mais titulos que os dois somados.

Haverá uma redução salarial na comissão técnica, dizem. Alguns sugerem que seja para ele pedir demissão e o Palmeiras contratar Muricy, mais barato e que busca apenas o resultado, algo emergencial pro Palmeiras.

Luxemburgo não é unanimidade mais por lá desde que saiu e o time caiu. Aquele foi o ponto de desencontro entre torcida x treinador. A atual diretoria, séria e competente, não deve ficar fazendo onda. A multa é alta, mas se fosse pra trocar, ela trocaria sem joguinhos.

Não seria espinafrada por imprensa e nem torcida se tomasse essa decisão. Por isso acho estranho insinuarem que estão “armando” uma demissão pro Wanderley.

Muricy solto por ai balança o mercado todo. É natural. Tiveram a cara-de-pau de dizer que o Tite pode ser demitido. Seria o fim do mundo sendo campeão da Sulamericana, invicto do estadual, finalista da Copa do Brasil sem 3 titulares de alta importancia e vice lider do Brasileiro com time misto. Ainda porque seu time não joga mal, pelo contrario, fez uma final brilhante contra o Corinthians.

Luxemburgo tem escolha. Se sair, escolhe clube pra trabalhar. Raríssimos são os que não aceitariam. Talvez o SPFC pela birrinha entre eles e outros 2 ou 3 que estão bem na tabela. De resto, qualquer um pensaria com enorme carinho no nome dele.

Se eu fosse o Wanderley, sinceramente, pensaria bem no assunto.

O Palmeiras joga fora de casa no Palestra Italia ha tempos. A pressão da torcida é mais contra do que a favor. Todo jogo mesma coisa. Começa reclamando do time, toma um gol reclama do técnico, e assim vai. Note que o Palmeiras tem perdido campeonatos sempre em casa, não fora.

Não acredito nessa demissão por parte do clube. Até porque, todos os jogadores do Palmeiras tem feito questão de ir abraçar o Luxemburgo quando marcam gols, deixando claro que o time não concorda com a torcida organizada.

Talvez fosse mais inteligente o Palmeiras contratar uma comissão técnica fixa pro clube, um analista de reforços, como o Milton Cruz, e tirar das mãos dele o poder de decidir reforços, como dizem que tem. Aí, sendo técnico, fica mais fácil avaliar.

Hoje a carga de porradas nele é pelo time que montou, não pela forma que joga apenas. Eu discordo disso, sou da tese que quem contrata é a diretoria e o clube. Não tem como um treinador contratar um jogador na condição de funcionario do clube. Se faz, é porque aprovam. E se aprovam são culpados juntos.

Dizem que hoje é o dia em que a diretoria avisa da redução de 20% no salário e ele pode se demitir. Não acredito nisso. Mas, se acontecer, e se eu fosse o Luxemburgo, pensaria 10 vezes antes de ficar num clube que não o quer. Afinal, outros tantos adorariam tê-lo.

abs,
RicaPerrone