Home » Futebol » Luxa caiu!

Luxa caiu!

torcida E assim, via twitter, sem que ninguém esperasse, Luxemburgo anuncia que foi demitido do Palmeiras pelo “caso Keirrison”. Caso este, que diga-se, vai dar muita polemica ainda.

O garotão anda em campo há algum tempo.  Tinha apalvrado com o Wanderley e com o grupo (segundo ele contou no Bem amigos) que ficaria até o fim do ano pelo menos. De repente, foi embora pro Barcelona.

Segundo o treinador, o que o deixou puto é do cara nào ter dado um telefonema e nem falado com o grupo ou o comandante. Apenas aceitou a oferta e se mandou.

A gente não sabe o acordo deles pra julgar se foi sacanagem ou nào. Mas dá pra entender a magoa do Luxemburgo em ter bancado o garoto jogando porra nenhuma no time e levar nas costas publicamente.

A diretoria tomou a decisão que achou melhor, talvez porque na reunião o Wanderley tenha bancado o que prometeu a tarde. Segundo ele mesmo, foi demitido por desrespeitar a hierarquia. Ou seja, bateu de frente e bancou o que pensava. A direção pensava diferente e o mandou embora.

Com Luxa e Muricy no mercado, a chapa vai esquentar pra muito treinador de time grande.

O trabalho do Wanderley tem defeitos, mas tem méritos.

Montou um time em janeiro de 2008, levou o Paulista jogando muita bola. Perdeu Henrique, Valdivia e Pierre (com problemas pessoais em todo brasileirão). Classificou o time pra Libertadores.

Entre indicações de jogadores questionaveis e alguns erros táticos, o time crescia. Remontou em 2009, começou bem. Perdeu Edmilson e o time perdeu a cara. Passou por fase ruim, mas se classificou.

Foi até as quartas da Libertadores e, sem perder, deixou a competição.

Fazia uma campanha boa no Brasileiro e vivia em guerra com a organizada.

Sendo assim, como coloquei outro dia, acho que ninguem precisa disso. Nem ele em ficar onde a torcida não o quer, nem o Palmeiras em ter um técnico questionado lá dentro.

Bom pra todos. O Palmeiras se ajeita com o que achar melhor, e ele vai ganhar os 500 paus dele em outro clube.

Casamentos acabam.

É a vida.

Wanderley está em ritmo forte de trabalho há mais de 15 anos. Talvez seja hora de passar 6 meses longe, esfriar a cabeça, repensar algumas coisas e voltar como o melhor técnico do Brasil e quem sabe do mundo. Porque é isso que ele é, na minha opinião.

Boa sorte aos dois.

abs,
RicaPerrone