Home » Futebol » Clubes » São Paulo » Lições de uma “boa derrota”

Lições de uma “boa derrota”

O São Paulo enfrentou no Morumbi um dos melhores times do mundo. Se não pela forma que atua, pelos nomes que tem e pelo poder de desequilibrar uma partida num lance individual.

Em casa, com torcida a favor, é claro que o São Paulo nunca será “zebra”. E nem seria hoje, pois é enorme pra isso seja contra quem for.  Mas teve do outro lado um time que jogou mal, fechado, feio, mas que tem um garoto que desequilibra tudo.

Esquece a falha do Paulo Miranda, esquece a do Denis. São detalhes de jogo, acasos, não podem determinar um trabalho de 4 meses.

Não suporto o Leão, mas o Sào Paulo chegou até aqui oscilando e hoje, quando precisou jogar bola, jogou. E muito bem.

A bola não entrou, deu azar lá atrás, mostrou deficiencia defensiva, etc. Sào detalhes do jogo que ficam de lição pra sequência da Copa do Brasil.  Mas não condene, não chame de pipoqueiro, não destrua o que já foi feito.

Falta pouco pro São Paulo ter um time altamente competitivo. Recuar ou pensar em mudar agora atrasa o processo que até aqui foi bem feito.

Se tirar os lances isolados dos gols e passar o jogo pra alguém que não sabe o placar ele dirá que o São Paulo venceu com facilidade. A bola nem sempre entra e o mesmo método covarde que fez o SPFC tricampeão se defendendo, hoje o eliminou.

Nem disso dá pra reclamar. Mas dá pra aprender.

E a aula de hoje diz que é melhor enxergar o jogo do que o placar. Por ele, muda muita coisa. Pelo jogo, não muda quase nada. Segue o trabalho, pois a evolução é clara.

Hoje no Morumbi o Sào Paulo jogou melhor que um dos melhores times do mundo. E isso é sim uma lição a ser tirada, independente do que diga o placar do jogo.

O rumo está certo. E vencer sempre era exceção. Hoje, a regra.

abs,
RicaPerrone