Home » Diversos » Blog » Legendando o texto

Legendando o texto

Eu sei, é uma piada. Antes que me expliquem que não se legenda textos…

Mas, como notei hoje, ainda é preciso explicar que azul quer dizer azul, verde quer dizer verde e que textos podem ou não ser interpretados, desde que caibam interpretação.

O que escrevi hoje sobre o Josiel foi meramente um fato curioso onde a maior graça está no cara da TV perder a linha. As coisas que o Josiel disse, com enorme respeito, se fossem sobre SP, Rio, Minas… ninguém falaria nada.  Porque aqui, onde diga-se de passagem recebemos quase METADE da cidade com gente de fora e ainda tem quem fale em preconceito, ninguém se sente ofendido com certas idiotices.

Se em outros lugares ficam, eu lamento. “Lá de cima” é expressão que não menospreza ninguém. Vocês, nordestinos ou do norte, são “de cima” do país. Assim como Gaúchos e paranaenses são “lá de baixo”, assim como ninguém aqui dá ataque por ser “do eixo”.

A porcaria do post que eu escrevi gerou mais de 100 mil visitas. Sendo que destas, uma multidão de uns 100 moradores de Belém resolveram fazer baixaria na internet. Especialmente no twitter.

Neste post, se você tiver quarta série, vai perceber que eu não acuso o Josiel, nem condeno. Só relato ponderando alternativas. Não estou aqui pra fazer como os que me xingaram na web, nem como o jornalista que chamou o rapaz de filho da puta.

Na parte mais polêmica ficaram ofendidos porque ele disse que as mulheres de Belém são feias e eu concordei.

1- Disse porcaria nenhuma. Ele disse que sente falta das mulheres de duas cidades que, sabemos, são marcadas por mulheres bonitas.  E eu concordei.

2- Belem não é uma cidade rotulada pela beleza das mulheres. E isso é um fato. Não ser rotulado não quer dizer que só tenha mulheres feias. Isso é dificuldade de interpretação de texto ou desespero em achar motivo pra protestar e aparecer na web?

3- A piadinha dele do “depois do incendio” pode ter sido de mal gosto por ter sido de alguem publico. Pois é uma piada que todo mundo faz ha seculos em todo lugar. É uma baita hipocrisia fazer essa tempestada no cara.

Ele errou? Errou…. não devia dizer abertamente. Sabemos que vivemos num país onde certas coisas são proibidas de falar fora de um bar com amigos. E dizer que em determinado lugar não tem tantas mulheres bonitas quanto em tal lugar é um deles.

O que não significa que não seja verdade, nem que sejam feias.

Significa APENAS que os dois lugares citados pelo Josiel são conhecidos por terem mulheres bonitas, Belém não.

Vou de novo: Não é CONHECIDO POR, o que não significa que não tenha.

Ninguém DEFENDE o Josiel, ninguém diz que só tem baranga em Belém, nada disso.

Tirando a marra de meia duzia de jornalistas locais que se aproveitam de qualquer merda pra dar uma de vingador do povo e aparecer, é bastante razoável ler o post e notar que eu não disse nada que ofendesse terra alguma.

Mas se ainda assim você está ofendido…. azar seu.

Moro numa cidade cinza, feia, sem praia, só chove, congestionada e de gente estressada.  E ninguém fica putinho quando eu digo isso.

Sabe o que acontece quando todo domingo ligamos a TV e mostra a historia de um nordestino chorando querendo voltar pra sua terra porque nao aguenta mais isso aqui?

Nada.

Sabe porque eu não falo dos times do nordeste por preconceito? Pelo mesmo motivo que não falo do Goiás e nunca ninguém me disse ser perseguidor da cidade.

Sabe porque os times de Floripa são tão “deixados de lado” quanto os do nordeste aqui em SP e ninguém ouve falar em “preconceito com Floripa”?

Sabe?

Não sabe, né?

Eu notei que não.

Fora isso, vocês não sabem como eu me divirto com ataques coletivos de twitter. Me sinto na terceira série vendo um bando de idiota fazer corredor polonês no menininho de óculos.

Ai cacete, lá vem os menininhos de óculos me encher o saco…

abs,
RicaPerrone