Home » Futebol » Justo e coerente

Justo e coerente

Era de se esperar que o Inter, em boa fase, tivesse mais chances de vencer do que o SPFC. Assim como era previsível que seriam dois jogos duros e que os detalhes fariam diferença. Quando dois times deste tamanho se enfrentam num mata-mata a coisa dificilmente sai disso.

No primeiro jogo, o SPFC não quis jogar. O Inter tentou jogar os 2, mesmo sem ser brilhante em nenhum deles, e ficou com a vaga com justiça. Foi o melhor.

Não adianta enxergar o lado que convém. O SPFC correu? Correu. E daí?

Em 180 minutos o time do Ricardo Gomes não criou nenhuma jogada de ataque. Foram todos balões pro alto, cruzamentos ou chutes de fora. Nenhuma jogada armada e trabalhada pelo chão.

O Inter, que em casa jogou muito bem, veio ao Morumbi para achar um gol e tocar a bola. Fez direitinho, e ao contrário do que vai parecer pros tricolores, não “faltou um golzinho”. Na real o SPFC achou um golzinho quando estava 0x0 que foi acaso do acaso.

Hoje era pra 0x0. Semana passada era pra 3×0.

Raça, jogo dramático, correria, tudo isso gera aplausos. E o Tricolor mereceu, pois caiu em pé, buscando. Jogando bem, não. Isso não existiu. Confundir correria com jogar bola é besteira.

Se por um lado a eliminação dói aos tricolores, acho que será altamente interessante pro clube, tanto sair, quanto se ficar fora da Libertadores um ano. E outro dia explico melhor porque acho isso, mas basicamente o clube precisa respirar. Todo ano passar os primeiros 6 meses TENDO QUE VENCER a Libertadores e depois os outros 6 TENDO QUE COMPENSAR com o Brasileiro impede qualquer reformulação, chance pra base, etc.

O Colorado, por sua vez, jogou com a cabeça. Em momento algum se desesperou, não aceitou pressão do SPFC, tocou a bola no chão e até com 1 a menos, que ao vivo me pareceu uma expulsão idiota e injusta,  quem tocou a bola foi o Inter.

Não chegou forte, mas chegou. Não deu pontapé, não fez joguinho covarde, buscou seu resultado em casa e se postou pra contra-atacar fora. O outro lado não quis jogar um dos jogos e por isso está eliminado.

Mais do que o SPFC eliminado, prefiro ver o Inter classificado.

Os méritos são claros, foi um time melhor e mais organizado em 2 jogos e naturalmente conseguiu chegar a decisão. Pra quem viveu um semestre cheio de dúvidas e soube arrumar a casa na hora certa, um belo prêmio.

E veja você…. os dois “da janela” do Inter quase complicaram tudo. Renan e Tinga quase conseguiram estragar tudo, enquanto o Ricardo Oliveira fez o dele.

Ainda assim, deu Inter. Não há o que contestar.

Que fique com o bi e que faça frente ao Internacional mais famoso em Dubai.

Parabéns, Inter.

abs,
RicaPerrone