Home » + Chamada » Jorginho não é a solução, mas pode ser parte dela

Jorginho não é a solução, mas pode ser parte dela

aoivksctyqgnskof975hsfutbEm 2014 o Vasco tinha que subir. Montou um time no papel muito mais forte do que se poderia imaginar até, mas deu de cara com a falta de perspectiva dos caras.

E eu vou me arriscar a ser mal compreendido, embora tente ser claro. O Vasco, hoje, é um fim de carreira melancólico pra um monte de gente.

Calma. Entenda.  Eu adoraria jogar no Vasco se fosse jogador, como todo jogador deve pensar quando começa. Mas quando COMEÇA.

Se você olhar pro time do Vasco verá um elenco de barriga cheia, absolutamente entupido de taças, conquistas e dinheiro. Eles todos vem de clubes mais bem estruturados, brigando por títulos e com menos idade, obviamente.

Se encontram em São Januário sob a motivação de não rebaixar um time no fim de sua carreira. É uma queda.  É um degrau abaixo. E pior: Tem sequencia? Não.

Os caras estão encerrando no Vasco e não preparando um time para ano que vem. Eles não tem ambição de ganhar nada com o Vasco. Apenas dinheiro.  O Vasco, por sua vez, não pode oferecer a eles nada que eles não tenham tido melhor nos últimos anos.

E a relação é muito pior pro clube do que pro jogador, que recebe o dele e foda-se.

Eu não quero nem sugerir corpo mole, juro! É mera falta de perspectiva. E ninguém no mundo produz nada sem perspectiva.

Este Vasco que sonha com um milagre deveria saber que os milagres acontecem quando o beneficiado é um cara de fé inabalável e que busca aquilo até o fim.  Você acha que Rodrigo, Guinazu, Nene, Dagoberto, Marcinho, Andrezinho, Herrera estão mesmo afim de buscar loucamente uma não queda pra serem dispensados em janeiro?  Ou para tentar fazer valer a pena, após tudo que conquistaram, ser o épico jogador que “salvou o Vasco”?

Na real, se esses caras fossem se motivar por algo é  mais fácil agora que virou milagre do que em maio quando a bola rolou. E times com fome comem muito mais grama.  Cada reforço do Vasco coloca o time ainda mais pra trás.

É Eurico, Roth, jogadores em fim de carreira…. Esse Vasco vai jogar o Brasileirão 2015 ou a Copa João Havelange 2000?

Jorginho é um cara que ainda busca espaço.  Logo, está no perfil que entendo ideal para tentar reverter. Mas a base do time é um equívoco, e os reforços só pioram essa situação semana após semana.

O Vasco ainda não caiu. Mas honestamente, com um elenco em fim de carreira, Eurico no poder e nas condições estruturais que o clube tem hoje em relação a maioria dos rivais pelo país, a queda pra série B é o menor dos problemas.

Só que ainda dá.

E se for pra morrer, morra atirando e não correndo.

abs,
RicaPerrone

Comentários