Home » Futebol » Botafogo » Jogão! Mas…

Jogão! Mas…

Sim, Botafogo e Bahia fizeram um jogo eletrizante! Daqueles que você não consegue desgrudar o olho da tela, especialmente no segundo tempo, onde sairam 3 dos 4 gols.  Elogiável partida, mas com ressalvas que precisam ser feitas.

Sem Abreu, Herrera e Jefferson dá pra imaginar uma queda. Não suficiente pra empatar com 10 do Bahia. Também não pode jogar, brigando pelo caneco, pra 5 mil pessoas faltando 10 rodadas.

Convenhamos, isso não é público de time campeão. Eu conheço São Januário, acho uma porcaria chegar lá, que seja! Mas a média é ruim historicamente e hoje, em jogo onde o time PRECISAVA de força extra pra compensar os desfalques, faltou.

Como eu já disse algumas vezes, existe o Botafogo com Abreu e sem Abreu. O que não há é comparação entre eles.

Com o uruguaio o time parece ter um escudo. Parece não ter medo de errar, parece enxergar um líder vencedor a sua frente e, convenhamos, todo grupo precisa de um espelho vencedor.

Não será olhando pro Caio Junior, com todo respeito, que eles vão encontrar esse líder. Podem até encontrar um orientador, mas não um bravo brigador que possa encorajá-los a não ter medo da derrota.

O Botafogo, e especialmente o botafoguense, sofre demais com a síndrome de derrotado. Não dá! Não cabe!

A diretoria deu time, deu condição, acertou salários, arrumou um baita estádio e…? Cadê vocês?

Não vem com essa de que “torcida não ganha jogo” porque é mais fácil eu argumentar que talvez o Botafogo não ganhe por falta dela muitas vezes do que vocês insinuando que não há diferença.

Pergunte a qualquer jogador! É fundamental! Te deixa gigante diante do rival.

O Bahia veio à lá Joel e fez o dele.  Segurou, achou gols no contra-ataque, fez cai-cai e o que precisou pra “não perder”. E não perdeu.

Cabe ao protagonista, em casa, estufar o peito, olhar em volta, casa cheia e mostrar porque está onde está.

Mas não.

Era jogo de rebaixado, não de campeão.

Pra um público mediocre, um placar tão mediocre quanto.

E não reclamem no final.

Até porque, desse jeito, o final será exatamente aquele que muitos botafoguenses tanto temem. E por isso, tantas vezes o assistem.

abs,
RicaPerrone