Home » Futebol » Seleção » Incoerente, mas vai dar certo

Incoerente, mas vai dar certo

Não entendi bem algumas escolhas, principalmente as mais importantes. Mano pode levar 3 jogadores acima dos 23 anos, tem no seu ataque/meio os melhores e não “precisa” de ajuda.

Atrás, onde tem 3 zagueiros bem inexperientes e um Thiago Silva pra salvar a pátria sozinho, porque não reforçar com a “certeza” de um Dedé, um Jefferson, talvez?

Digo Dedé porque além de jogar esse time precisa de alguém que fale, os lidere.  Não adianta chamar jogador mais velho se ele for tremer mais que os moleques. Dedé seria minha escolha numero 2, depois de Thiago Silva.

Usaria uma zaga titular e o Marcelo por falta de opção no setor. Na frente, não precisa. Quem tem Ganso, Lucas, Oscar, Damião e Neymar não  tem nenhuma necessidade de chamar o Hulk, que corre, é forte e chuta. Só.

Wellington Nem, do Flu, tem idade e joga mais que o Hulk.

São 2 volantes, se um machucar, dançou. São 4 laterais. Não precisa.

O bom treinador é aquele que forma um time tendo em campo o máximo de jogadores diferenciados possível. Vou ser prático: Se tenho 3 monstros de zagueiros e um só meia, armo no 352 e não estou sendo retranqueiro, mas sim maximizando meu potencial.

Se tenho uma zaga comum e 3 ótimos volantes, formo desta maneira, assim tenho o máximo de bons jogadores em campo e o mínimo de quebra-galho possiveis.

O time é bom, poderia ser mais confiável atrás. Não será porque Mano não quis. Teve nas mãos a zaga dos sonhos, preferiu usar o atacante fortinho do Porto.

Lá na frente vai funcionar. Se o “detalhe” contra for a zaga, foi por escolha.

Ainda que discordando da “lógica” da lista, acho que vem ouro ai.  O time é muito forte, jogou muita bola contra a Argentina e se repetir 80% daquilo não perde pra nenhum time sub-23.

Escolhas feitas, corneta tocada, acabou. Agora é só torcer.

Boa sorte aos 18! Nosso time é esse e quem ficou, ficou.

Que o Mano tenha acertado em cheio.

abs,
RicaPerrone